Chael Sonnen anuncia aposentadoria do MMA

Após problema com exame antidoping, polêmico norte-americano anunciou que está se afastando do esporte

C. Sonnen (foto) testou positivo em antidoping surpresa. Foto: Josh Hedges/UFC

C. Sonnen (foto) anunciou sua aposentadoria do MMA. Foto: Josh Hedges/UFC

O polêmico Chael Sonnen anunciou o fim de sua carreira no MMA. Nesta terça-feira, um dia após ser pego no exame antidoping do UFC 175, o norte-americano revelou sua decisão no programa UFC Tonight, no qual é o apresentador oficial. “Quero anunciar oficialmente minha aposentadoria como atleta”, resumiu.

 

O lutador, que sofre de hipogonadismo (deficiência na produção de testosterona), voltou a reclamar da proibição da TRT – Tratamento de Reposição Hormonal – que foi recentemente banido pela Comissão Atlética de Nevada (órgão que regula os eventos do UFC em Las Vegas). Sonnen afirmou que fez a ingestão de anastrozol e clomifeno, substâncias flagradas em seu exame, pois era parte do tratamento de fertilidade. Chael confirmou que após várias tentativas sua esposa conseguiu engravidar após o tratamento e espera o primeiro filho do casal.

Chael Sonnen pendura as luvas com 37 anos e um histórico profissional de 28 vitórias, 14 derrotas e um empate. Ex-campeão do extinto WEC, o norte-americano ganhou fama em todo o mundo por suas declarações polêmicas e provocativas. Maior rival de Anderson Silva. enquanto o brasileiro reinou dentro do UFC, ele esteve perto de bater o Spider no UFC 117, mas acabou finalizado faltando pouco mais de um minuto para o fim do duelo. Na revanche, ele voltou a dominar Anderson no primeiro round, porém, assim como aconteceu no primeiro encontro, ele acabou perdendo na segunda parcial.

Além disso, o programa revelou que Vitor Belfort, adversário de Sonnen no UFC 175, foi retirado do card, pois a organização não conseguiu encontrar um substituto para o combate.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments