Após série de polêmicas, Vitor Belfort também está fora do UFC 175

Sequência de episódios envolvendo doping e corte de Sonnen fizessem com que o brasileiro fosse retirado do evento

V. Belfort (foto) não lutará mais em julho. Foto: Josh Hedges/UFC

V. Belfort (foto) não lutará mais em julho. Foto: Josh Hedges/UFC

A presença de Vitor Belfort no card do UFC 175 durou pouco. O brasileiro, anunciado como substituto de Wanderlei Silva há cerca de duas semanas, foi oficialmente retirado da programação na noite desta quarta-feira (11). A principal razão do corte é a dificuldade encontrada pela organização do Ultimate para conseguir um novo adversário para o “Fenômeno” depois da repentina exclusão de Chael Sonnen do evento, após o norte-americano ser flagrado pelo uso de substâncias ilegais em exame antidoping surpresa.

Com sua saída do card do UFC 175, Vitor Belfort está também fora da agenda da Comissão Atlética de Nevada, organização com a qual tinha uma audiência na próxima semana a fim de obter a licença para lutar no estado. As informações foram divulgadas pelo site “MMA Junkie”. Agora, a luta entre Urijah Faber e Alexa Caceres passa a ser a antepenúltima na programação da noite de lutas no próximo dia 5 de julho, em Las Vegas (EUA).

Aos 37 anos, Vitor Belfort possui um cartel de 24 vitórias e dez derrotas. O carioca vem de três vitórias consecutivas, todas por nocaute, contra Michael Bisping, Luke Rockhold e Dan Henderson. Com isso, Belfort se credenciou para disputar o cinturão dos médios, mas teve que abrir mão temporariamente da condição, devido às mudanças na regulamentação do Tratamento de Reposição de Testosterona (TRT), ao qual se submetia. Até o momento, não há informações sobre data, local ou adversário do “Fenômeno” em sua próxima aparição no octógono.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments