Jason High diz que descobriu demissão do UFC pelo Twitter: ‘Fiquei surpreso’

Norte-americano se mostrou arrependido por ter empurrado árbitro e diz que pediu desculpas a Kevin Mulhall

J. High (foto) foi demitido do UFC. Foto: Ed Mulholland/Zuffa LLC

J. High (foto) foi demitido do UFC. Foto: Ed Mulholland/Zuffa LLC

O norte-americano Jason High protagonizou uma cena que gerou polêmica nas últimas semanas. Pouco após ser derrotado por nocaute técnico para Rafael dos Anjos no UFC Fight Night 42, o lutador se irritou com o árbitro do combate, Kevin Mulhall, e o empurrou assim que a luta foi interrompida.

Isso fez com que High fosse mandado embora imediatamente do UFC. Em entrevista ao podcast “The MMA Hour”, o lutador afirmou que não esperava pela demissão. “Fiquei um pouco surpreso, com certeza. Descobri pelo Twitter, assim como todo mundo. Esperava que a Comissão Atlética iria lidar com o caso.”

Apesar da surpresa, High admitiu que exagerou no episódio. “Eu não vou dar desculpas. Eu mesmo me coloquei nessa situação. Eu levei um soco, caí, o MMA é assim. Eu gostaria de ter tido um pouco mais de tempo, mas o árbitro está lá fazendo o mesmo que eu. Ele está tomando uma decisão no calor do momento, então isso acontece. Colocar as mãos no árbitro não é o caminho”, reconheceu.

High contou que, pouco depois, conversou com Mulhall para se desculpar. “Falei com ele e pedi desculpas. O abordei assim que ele deixou o cage em uma outra luta em que atuou [Diego Sanchez x Ross Pearson]. Apertei sua mão, disse que passei dos limites e pedi desculpas. Ele foi legal, ‘eu entendo totalmente, cara’. Ele foi muito legal e me desculpou.”

Com o ocorrido, a segunda passagem de High pelo UFC se encerrou após apenas quatro lutas. Venceu duas, contra James Head e Anthony Lapsley, e perdeu outras duas, para os brasileiros Rafael dos Anjos e Erick Silva. Em 2010, High teve uma passagem relâmpago pela organização, com apenas uma luta, na qual perdeu para Charlie Brenneman.

Confira abaixo o momento em que Jason High empurra o árbitro:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments