Wand deixa audiência pedindo volta contra Sonnen ou Belfort: ‘O povo quer ver’

Brasileiro e armênio-holandês duelam na luta co-principal do evento, que tem José Aldo x Mendes como luta principal

Wand (foto) ainda penas nos treinadores rivais no TUF Brasil 1 e 3. Foto: Reprodução/YouTube

Wand (foto) ainda pensa em seus treinadores rivais no TUF Brasil 1 e 3. Foto: Reprodução/YouTube

Nesta terça-feira (17), Wanderlei Silva admitiu, em audiência junto a Comissão Atlética de Nevada, que se recusou a passar por um exame antidoping surpresa da entidade pois vinha fazendo uso de anti-inflamatórios e diuréticos, substâncias ilegais, devido à fratura sofrida na briga com Chael Sonnen no TUF Brasil 3. Inicialmente, o brasileiro não recebeu qualquer tipo de punição do órgão regulamentador, que optou por tomar uma decisão sobre o caso em uma sessão futura. Na saída da audiência, Wand comemorou o resultado, agradeceu o apoio que recebeu dos fãs nas redes sociais e já projetou seu futuro contra dois rivais bem conhecidos.

“Acho que as duas lutas que o povo ainda quer ver são com o Sonnen e com o Belfort. Eu me mantenho treinando, estou treinando forte. Não sabia se iam me deixar lutar agora no dia 5 de julho, me mantive treinando por isso e são duas lutas que eu quero, que o povo quer e, se Deus quiser, ainda vão acontecer. Mas quero aproveitar a oportunidade e agradecer a todo mundo que mandou mensagens positivas no Twitter e no Instagram. É muito bom receber o apoio de vocês, realmente essa história foi solucionada e acabou aqui hoje. Foi um grande mal entendido. Eu estava apenas tomando remédio, não era nada anabólico. Eu até fiz agora o meu teste de hormônio no Brasil e deu bem abaixo da média, eu estava até com hormônio baixo”, disse o “Cachorro Louco”, em entrevista ao site do canal “Combate”.

Aos 37 anos, Wanderlei Silva tem um histórico de 35 vitórias, 12 vitórias, um empate e uma luta sem resultado. Ex-campeão do extinto PRIDE, Wanderlei chegou ao Ultimate em 2007 e na organização conquistou quatro vitórias e cinco derrotas. Em 2012, o curitibano dividiu as funções técnicas do TUF Brasil 1 com Vitor Belfort, mas o duelo dos técnicos não aconteceu devido a uma lesão sofrida por Vitor. Já em 2014, Wand protagonizou uma das rivalidades mais intensas na história do reality show contra Chael Sonnen, durante o explosivo TUF Brasil 3. Apesar das discussões, trocas de farpas e até uma briga televisionada, a dupla não se enfrentou devido a problemas de ambos com a Comissão Atlética de Nevada. Apesar do desejo do brasileiro, essa é uma luta que dificilmente acontecerá no futuro, já que Sonnen anunciou sua aposentadoria do MMA na última semana.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments