Presidente do UFC prevê ‘grandes problemas’ para Wanderlei em polêmica de doping

Dana White considera que brasileiro estava ‘muito errado’ em episódio; porém, ele diz não guardar rancor do lutador

Dana White, presidente do UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Dana White, presidente do UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

O presidente do UFC, Dana White, acredita que Wanderlei Silva terá um grande problema pela frente devido à polêmica na qual se envolveu com um exame antidoping surpresa que ele se recusou a fazer.

No dia 24 de maio, um membro da Comissão Atlética de Nevada (NSAC) foi à academia do lutador em Las Vegas para coletar amostras de sangue e urina nos preparativos para a luta do brasileiro contra Chael Sonnen, que aconteceria no dia 5 de julho.

Wanderlei, no entanto, se recusou a fornecer as amostras, já que ele estava tomando diuréticos e anti-inflamatórios devido a uma fratura no pulso. Nesta semana, Wanderlei pôde ir à audiência da NSAC para dar sua versão sobre o caso. Um veredito será dado em uma sessão futura, cuja data ainda será definida.

Em entrevista ao site do UFC, White deu sua opinião sobre o assunto. De acordo com o chefão do Ultimate, Wanderlei não está com a razão no episódio. “Eu não sou a comissão atlética, mas acho que ele [Wanderlei] está muito errado. Ele terá um grande problema. Você não pode fugir de um exame. Você não pode fazer isso, e isso abre um precedente muito ruim. Seria melhor se ele tivesse realizado o teste e dado positivo do que fugido do teste. Mas eu não sou um membro da comissão. Talvez eu esteja errado e ele certo. Vamos ver o que acontece”, opinou White.

O dirigente, no entanto, afirmou que não guarda mágoas do brasileiro por conta do episódio. “Ele e eu sempre nos demos bem. Porém, fugir do teste é algo muito ruim. Uma vez que isso estiver resolvido, eu e ele estaremos bem”, afirmou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments