Jones coloca desempenho contra Gustafsson como um dos mais fortes de sua carreira

Norte-americano afirma que sucesso na revanche seria uma vitória dominante sobre o lutador sueco

J. Jones (esq.) e A.Gustafsson (dir.) durante a luta principal do UFC 165. Foto: Josh Hedges/UFC

J. Jones (esq.) e A.Gustafsson (dir.) durante a luta principal do UFC 165. Foto: Josh Hedges/UFC

Em setembro de 2013, Jon Jones teve a luta mais difícil de sua carreira até o momento, contra Alexander Gustafsson. O campeão dos meio-pesados não teve facilidade para atingir seu adversário, tendo sido, inclusive, quedado pela primeira vez em sua trajetória no MMA. A vitória veio somente na decisão dos juízes, de maneira apertada. Mesmo assim, Jones classifica sua apresentação naquela noite como uma das mais fortes de sua carreira.

Em entrevista à emissora norte-americana “ESPN”, Jones afirmou que as adversidades daquele combate o fizeram mostrar algumas de suas qualidades. “Em alguns aspectos, aquela luta com Gustafsson foi uma das minhas apresentações mais fortes. Terminar a luta da maneira como terminei e mostrar o coração que mostrei para poder continuar como campeão, batendo o recorde de Tito Ortiz naquela mesma noite. Eu escolheria aquela como uma das minhas melhores apresentações”, apontou o campeão.

A revanche já tem data marcada: será no dia 27 de setembro, em local ainda a ser definido. Jones considera que uma performance de sucesso teria de ir além da vitória. “Uma apresentação de sucesso para mim seria ir lá e dominá-lo. Consegui dominar todo mundo que já enfrentei, menos Gustafsson, e sucesso para mim seria não só vencer aquela luta, mas dominá-lo”, comentou.

Apesar das declarações, Jones nem sempre mostrou satisfação com seu desempenho apresentado na primeira luta contra Gustafsson. Em abril, “Bones” afirmou que atuou naquela noite com apenas 80% de sua capacidade.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments