Belfort atribui resultado positivo de exame à alteração na aplicação da TRT

Lutador diz ter injetado de uma só vez sua dose semanal de hormônio nas vésperas de realização de teste antidoping

Belfort (foto) ainda não sabe quando retornará ao octógono. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Belfort (foto) ainda não sabe quando retornará ao octógono. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Nos últimos meses, Vitor Belfort tem visto seu nome estar envolvido em diversas polêmicas fora do octógono. O lutador teve o atual momento de sua carreira afetado pela proibição da terapia de reposição de testosterona (TRT), além de ter falhado em um exame antidoping surpresa, realizado em fevereiro. Por conta de tudo isso, Belfort não pôde lutar pelo cinturão dos médios do UFC e ainda sequer possui previsão de quando de fato voltará a competir.

No exame antidoping, Belfort foi flagrado com uma quantidade de hormônio acima do permitido pelo regulamento. Aos poucos, o atleta tenta esclarecer cada uma das polêmicas nas quais esteve envolvido, e, em entrevista ao site do canal “Combate”, o “Fenômeno” atribuiu a irregularidade a uma mudança na aplicação de seus hormônios em seu organismo.

“Eu tinha tomado a injeção um dia antes, estava em Las Vegas [EUA]. Geralmente, eu tomava a dose dos meus hormônios ao longo da semana, mas nesse dia eu apliquei a dose de uma vez só. Então, naquele dia do exame, o nível dos hormônios estava um pouquinho acima, mas nada absurdo. Era 1100 o limite, o meu estava 1200”, detalhou Belfort.

Na última semana, a esposa e empresária de Belfort, Joana Prado, revelou que o lutador enfrentaria o vencedor de Chris Weidman x Lyoto Machida, combate que acontece no próximo sábado (5) e que colocará em jogo o cinturão dos médios do UFC. Belfort, no entanto, não cria expectativas quanto a isso. “Depois desse ano de 2013 e depois de tudo o que aconteceu, eu só foco naquilo que eu tenho controle e não perco tempo tentando controlar o resto. Isso está fora do meu controle, então eu nem penso. Agora, o que está ao meu controle, no que depender de mim, vou continuar fazendo”, comentou.

Por fim, Belfort afirmou estar confiante de que sairá ainda mais forte de todas as recentes polêmicas. “Eu fui sempre muito honesto, muito correto, não só comigo, mas com a minha família, meus treinadores, fãs e o próprio UFC, que ficou do meu lado. Eles sabem da minha índole e do meu caráter. Hoje em dia, a pressão e a dificuldade só me fazem crescer. É dessa maneira que eu vivo a minha vida. O arco-íris só sai depois de uma grande tempestade. Então, se tem luta é porque haverá vitória”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments