Donald Cerrone nocauteia Jim Miller na luta principal do UFC Fight Night 45

Entre os lutadores brasileiros do card principal, Barboza, Lineker e Mineiro saem com a vitória; Macarrão perde

Cerrone (foto) venceu na luta principal do UFC Fight Night 45. Foto: Divulgação/UFC

Cerrone (foto) venceu na luta principal do UFC Fight Night 45. Foto: Divulgação/UFC

O combate entre Jim Miller e Donald Cerrone, atração principal do UFC Fight Night 45, nesta quarta-feira (16), não deixou a desejar aos fãs de MMA. Os dois atletas, conhecidos por fazerem lutas empolgantes, protagonizaram um intenso combate na cidade de Atlantic City, em Nova Jersey (EUA). Quem levou a melhor foi Cerrone, que fez ótimo trabalho com seus chutes até conseguir um nocaute sobre seu adversário.

Após um primeiro round disputado, com bons momentos de Miller e seu boxe, Cerrone começou a fazer a diferença no segundo período. O “Cowboy” acertou bons chutes no oponente, que abriram o caminho para a vitória, apesar de ter sido prejudicado após atingir um golpe limpo na linha de cintura que o árbitro, Dan Miragliotta, julgou ter sido na região genital. Assim que o combate foi retomado, Cerrone insistiu nos chutes, variando o alvo entre o corpo e a cabeça. Aos 3min31s de ação, Cerrone conectou uma potente canelada no rosto de Miller, que caiu praticamente entregue.

LEIA TAMBÉM:
Confira como foram as lutas de Gadelha, Tibau e Wolverine no card preliminar

Esta foi a quarta vitória consecutiva de Cerrone, que agora soma 11-3 no UFC. Já Miller sofreu o primeiro nocaute de sua carreira, sendo esta sua quinta derrota no MMA.

Entre os brasileiros que participaram do evento, o saldo foi positivo. Edson Barboza, John Lineker, Lucas Mineiro, Gleison Tibau e Cláudia Gadelha saíram com a vitória, enquanto que os ex-TUF Brasil Leonardo Macarrão e Hugo Wolverine foram derrotados.

Com chutes afiados, Barboza despacha Dunham no primeiro round

Barboza quer enfrentar os lutadores do top 10 do UFC. Foto: Divulgação/UFC

Barboza (foto) venceu mais uma no UFC. Foto: Divulgação/UFC

Edson Barboza fez um trabalho rápido para derrotar Evan Dunham no co-evento principal da noite. Mostrando mais uma vez chutes afiados e potentes, o brasileiro conseguiu derrubar o norte-americano ainda no primeiro round, conquistando sua quinta vitória por nocaute/nocaute técnico no UFC.

Assim que o combate começou, Barboza começou a impor seu jogo de trocação, soltando poderosos chutes baixos e evitando as intenções de Dunham, que buscava boxear e diminuir a distância. No início da segunda metade do round, o brasileiro acertou de raspão um chute na linha de cintura, perto do estômago, que fez Dunham se curvar imediatamente. Foi o suficiente para o árbitro decretar o nocaute técnico, interrompendo a luta aos 3min06s.

Foi a oitava vitória de Barboza em dez lutas feitas no UFC, sendo que o brasileiro se recupera de derrota sofrida para Donald Cerrone em abril. Já Dunham, que também vinha de derrota para Cerrone, sofreu seu terceiro revés em sequência, sendo apenas o segundo por nocaute técnico.

Macarrão não resiste ao jogo de Story e volta ao UFC com derrota

Macarrão (dir.) está de volta ao UFC. Josh Hedges/Zuffa LLC

Macarrão (dir.) perdeu em seu retorno ao UFC. Josh Hedges/Zuffa LLC

Retornando ao UFC após quase dois anos, Leonardo Macarrão pouco pôde fazer diante do favorito Rick Story. O brasileiro não foi páreo ao intenso jogo de quedas do norte-americano e acabou finalizado no segundo round.

Macarrão chegou a conectar bons golpes nos segundos iniciais de luta, mas Story evitou dar brechas e colocou o brasileiro no chão imediatamente, trabalhando no ground-and-pound. O cenário se repetia no segundo round, até que Story chegou à montada e engatilhou um justo katagatame. Macarrão tentou resistir, mas foi obrigado a dar os três tapinhas aos 2min12s do segundo período.

O resultado interrompe uma sequência de cinco vitórias seguidas de Macarrão. Foi a segunda derrota do catarinense no MMA, sendo que a primeira aconteceu na outra luta que fez no UFC, em 2012, contra Thiago Bodão. Já Story segue alternando vitórias e derrotas no UFC, já que, em seu último combate, havia perdido para Kelvin Gastelum.

Lineker faz lutão e nocauteia Ozkilic nos instantes finais

Lineker sobe uma posição e Lyoto cai uma na atualização dos rankings do UFC

Lineker (foto) derrotou Ozkilic. Foto: Josh Hedges/UFC.com

No segundo combate do card principal, John Lineker e Alptekin Ozkilic levantaram a torcida presente no ginásio em Atlantic City. Os dois lutadores mostraram muita iniciativa e técnica em um combate movimentado do início ao fim, com bons momentos de ambos os atletas.

Lineker foi protagonista dos lances de mais perigo. O brasileiro mostrou a habitual trocação afiada, com golpes potentes tanto no rosto quanto na linha de cintura. Ozkilic, por sua vez, não fugiu do combate, aceitando a trocação franca, inclusive conectando bons golpes no brasileiro.

No terceiro round, Lineker partiu decidido a definir o combate. O “Mãos de Pedra” caminhava para frente e atingia Ozkilic, que resistia. Porém, nos segundos finais de luta, o brasileiro conectou três golpes de esquerda certeiros no turco, que caiu. O nocaute técnico foi decretado aos 4min51s.

Com o resultado, Lineker dá a volta por cima após a derrota sofrida para Ali Bagautinov em fevereiro. Ozkilic sofreu seu segundo revés em três lutas, tendo perdido para Louis Smolka em sua última atuação, em janeiro.

Mineiro abre card principal com nocaute sobre White

Lesionado, L. Mineiro (foto) acabou deixando o UFC 170. Foto: Josh Hedges/UFC

Mineiro (foto) venceu terceira seguida no UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

A estreia de Lucas Mineiro no peso pena do UFC não poderia ser melhor. O brasileiro, de 25 anos de idade, dominou o combate contra Alex White e liquidou a fatura no terceiro round, conquistando a vitória por nocaute.

O combate aconteceu o tempo inteiro na trocação. Mostrando um muay thai afiado, Mineiro levou vantagem praticamente desde o primeiro round, conectando golpes duros e balançando White em mais de uma oportunidade. Nos minutos finais, o brasileiro atingiu White com um cruzado e um direto, derrubando o rival. Assim, coube a Mineiro terminar os trabalhos no chão, aos 2min08s.

Após atuar nos leves e nos galos desde que chegou ao UFC, Mineiro conquista a vitória em sua estreia nos penas. Foi sua terceira vitória consecutiva na organização, sendo que sua única derrota aconteceu justamente na estreia, contra Edson Barboza, em 2013. White, por sua vez, conheceu sua primeira derrota em seu 11º combate no MMA profissional.

Confira os resultados do UFC Fight Night 45:

CARD PRINCIPAL

Donald Cerrone derrotou Jim Miller por nocaute no R2;

Edson Barboza derrotou Evan Dunham por nocaute técnico no R1;

Rick Story derrotou Leonardo Macarrão por finalização no R2;

Joe Proctor derrotou Justin Salas por nocaute técnico no R2;

John Lineker derrotou Alptekin Ozkilic por nocaute técnico no R3;

Lucas Mineiro derrotou Alex White por nocaute no R3;

CARD PRELIMINAR (confira como foi)

Gleison Tibau derrotou Pat Healy na decisão unânime dos juízes;

Leslie Smith derrotou Jessamyn Duke por nocaute técnico no R1;

Aljamain Sterling derrotou Hugo Wolverine por nocaute técnico no R3;

Yosdenis Cedeño derrotou Jerrod Sanders por nocaute técnico (desistência) ao fim do R1;

Cláudia Gadelha derrotou Tina Lahdemaki na decisão unânime dos juízes

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments