Conor McGregor atropela Diego Brandão e dispara: ‘Sou o melhor peso pena do mundo’

Na luta principal do UFC Fight Night 46, na Irlanda, lutador local não tomou conhecimento do brasileiro e venceu por nocaute técnico

C. McGregor (foto) lutará em casa em julho. Foto: Josh Hedges/UFC

C. McGregor (foto) lutará em casa em julho. Foto: Josh Hedges/UFC

O peso pena Conor McGregor fez a alegria do público presente na O2 Arena, em Dublin, na Irlanda. Na luta principal do UFC Fight Night 46, evento realizado na tarde deste sábado (19), o ‘Notório’, como é conhecido, dominou o brasileiro Diego Brandão e levou a fatura por nocaute técnico no primeiro round. Após a vitória, McGregor mostrou porque pode ser considerado o substituto de Chael Sonnen no quesito provocação. ‘Eu sou o melhor peso pena do mundo. Podem colocar qualquer um aqui que vou vencer’, disparou.

A luta

O duelo entre Conor McGregor e Diego Brandão foi cercado de provocações de ambos os lados. Os atletas foram contidos na pesagem para que a luta não acontecesse um dia antes. Mas assim que o combate começou, o irlandês mostrou que não estava para brincadeira.

Afastado do octógono há um ano, devido a lesão,  McGregor mostrou que não sentiu o ritmo de luta e partiu para o ataque. Quando Diego tentou cumprimentar o rival com toque de luvas, ele foi pego com um chute rodado. A partir daí, Conor acertou os melhores golpes de boxe, defendeu uma tentativa de queda do brasileiro e ainda conseguiu jogar Diego de costas no chão.

No recomeço da luta em pé, Conor McGregor veio para encerrar a disputa. Depois de sofrer um golpe na linha de cintura, Diego sentiu e ficou acuado contra as grades. O irlandês partiu para o ataque até chegar ao nocaute técnico.

O resultado marcou a 14ª vitória de Conor McGregor, que vem de 11 triunfos consecutivos.

Islandês vence mais uma

Na segunda luta mais importante da noite, o islandês Gunnar Nelson provou que merece se firmar no top-10 dos meio-médios. Em uma luta segura, o lutador europeu não deu chances para o norte-americano Zak Cummings. Depois de dominar o primeiro round controlando muito bem a distância, Nelson veio para o segundo assalto para terminar a peleja. Após levar a peleja para o chão, ele chegou às costas e encaixou um justo mata-leão.

Finalizações e nocautes agitam card preliminar

Quem chegou mais cedo na O2 Arena pode assistir combates movimentados no card preliminar do show. Com seis lutas do programa de abertura, duas terminaram com finalizações e duas com nocautes.

Cathal Pendred e Paddy Holohan pegaram os pescoços de Mike King Josh Sampo com belos estrangulamentos. Já Ilir Latifi e Nikita Krylov bateram Chris Dempsey e Cody Donovan, respectivamente, por nocaute técnico.

Confira abaixo os resultados do UFC Fight Night 46:

Card principal
Conor McGregor derrotou Diego Brandão por nocaute técnico no R1;

Gunnar Nelson finalizou Zak Cummings com um mata-leão no R2;

Ian McCall derrotou Brad Pickett na decisão unânime dos juízes;

Norman Parke derrotou Naoyuki Kotani por nocaute técnico no 2R

Card preliminar
Ilir Latifi derrotou Chris Dempsey por nocaute técnico no R1;

Neil Seery derrotou Phil Harris na decisão unânime dos juízes;

Cathal Pendred finalizou Mike King com um mata-leão no R2;

Trevor Smith derrotou Tor Troeng na decisão unânime dos juízes;

Nikita Krylov derrotou Cody Donovan por nocaute técnico no R1;

Paddy Holohan finalizou Josh Sampo com um mata-leão no R1;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments