Robert Drysdale cai no antidoping após vitória por finalização em estreia no UFC

Além de brasileiro, Kevin Casey também foi flagrado com irregularidades após luta no início do mês

Drysdale (foto) havia vencido por finalização em sua estreia no UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Drysdale (foto) havia vencido por finalização em sua estreia no UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Dois lutadores foram reprovados no exame antidoping na dobradinha feita pelo UFC no início do mês, entre os dias 5 e 6 de julho. Robert Drysdale, que finalizou Keith Berish no TUF 19 Finale, apresentou um nível de epitestosterona acima do permitido, com uma relação 12 para 1, de acordo com a Comissão Atlética de Nevada.

O brasileiro, que havia ampliado seu cartel no MMA para sete vitórias por finalização em sete lutas, já havia enfrentado problemas com o assunto no passado. Em 2013, ele teve sua estreia no Ultimate adiada após não receber a autorização para competir no UFC 167, pois o nível de testosterona em seu organismo também estava acima do permitido.

Já Kevin Casey, que nocauteou Bubba Bush no UFC 175, foi flagrado com drostanolona, uma substância anabolizante frequentemente usada por fisiculturistas.

Segundo a Comissão de Nevada, foram realizados testes de sangue e urina no evento do dia 5 de julho, o UFC 175, que teve duas disputas de cinturão: Chris Weidman x Lyoto Machida, entre os médios, e Ronda Rousey x Alexis Davis pelos galos (feminino). Já no TUF 19 Finale, apenas exames de urina foram realizados. Na luta principal do evento, Frankie Edgar derrotou BJ Penn pela terceira vez, por nocaute técnico.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments