Mark Hunt diz que foi demitido pelo UFC, mas volta atrás: ‘Eu estava com fome’

Lutador neozelandês fará a luta principal do UFC Fight Night 52, no Japão, quando enfrentará Roy Nelson

Hunt (foto) enfrentará Nelson no Japão. Foto: Divulgação/UFC

Hunt (foto) enfrentará Nelson no Japão. Foto: Divulgação/UFC

Mark Hunt protagonizou um momento curioso nesta semana. Na última terça-feira (5), o neozelandês postou uma mensagem em seu Twitter lamentando estar desempregado, o que causou estranheza em seus seguidores, já ele tem luta marcada contra Roy Nelson para o dia 20 de setembro, no Japão.

Em meio aos questionamentos dos fãs de Hunt, até mesmo o presidente do UFC, Dana White, que está viajando de férias, veio a público para esclarecer que o lutador não foi mandado embora da organização.

– Bem, estou desempregado, e isso é uma droga. 


– Não foi minha escolha, pessoal. Em um dia, fui de estar empolgado pelas expectativas do futuro a estar desempregado… Isso é uma droga. 

– Não, Mark Hunt não foi demitido.

Dias depois, veio a explicação. O lutador afirmou que continua empregado no UFC e que só postou a mensagem porque estava com fome, já que não tinha ingerido carboidratos.


– Estou ansioso para o dia 20 de setembro no Japão. Me desculpem pela mensagem sobre a demissão. Eu estava com fome, sem carboidratos.

A luta entre Hunt e Nelson será a luta principal do UFC Fight Night 52, que será realizado na cidade de Saitama, no Japão.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments