Após lingerie ousada na pesagem, Bethe Pitbull vence por nocaute e desafia Ronda Rousey

Brasileira conseguiu se recuperar de um primeiro round ruim, bateu a parceira de treinos da campeã e desafiou a musa do UFC na luta pelo cinturão

B. Pitbull aplica uma sequência de golpes em S. Baszler. Foto: Reprodução/Twitter

B. Pitbull aplica uma sequência de golpes em S. Baszler. Foto: Reprodução/Twitter

Se o Brasil perdeu sua principal estrela no UFC 177, com o corte em cima da hora de Renan Barão, Carlos Diego Ferreira e Bethe Pitbull fizeram bonito no show realizado na noite deste sábado (30), na cidade de Sacramento, nos Estados Unidos. Depois de arrancar suspiros na pesagem oficial, quando apareceu com uma lingerie ousada, Bethe mostrou que também sabe fazer bonito dentro do octógono. Ela não tomou conhecimento de Shayna Baszler, companheira de treinos da campeã Ronda Rousey, e nocauteou a norte-americana no segundo round. Já Carlos Diego seguiu o caminho de sua compatriota e passou Ramsey Nijem  também na segunda parcial.

Na luta principal da noite, o norte-americano TJ Dillashaw espantou a zebra, fez valer seu favoritismo e mesmo sem empolgar derrotou Joe Soto, que havia sido convocado em cima da hora para substituir Renan Barão, por nocaute técnico no quinto round. O triunfo, o norte-americano defendeu o cinturão dos galos pela primeira vez.

Bethe vence e desafia campeã

A potiguar Bethe Pitbull marcou sua passagem do UFC 177 em grande estilo. Depois de aparecer na pesagem com uma roupa intima vermelha, a brasileira entrou no octógono disposta a dar mais um passo rumo ao cinturão feminino.

Diante de Shayna Baszler, a brasileira começou a luta em desvantagem. A parceira de treinos de Ronda Rousey conseguiu encurtar a distância, levar a luta para o solo e arriscar terminar a disputa com um triângulo. Porém, Bethe conseguiu se desvencilhar. Apesar disso, a brasileira voltou a correr perigo nos instantes finais do primeiro round, quando a norte-americana tentou encaixar um estrangulamento. Mas sem sucesso.

Já no segundo round, Pitbull fez jus a apelido e veio disposta a reverter a peleja. Rapidamente ela encontrou a distância e começou a soltar seu jogo de boxe. Shayna visivelmente sentiu a pressão dos punhos da brasileira e já não conseguia trabalhar na curta distância. Depois de encurralar a rival contra as grades, Bethe soltou um arsenal de socos variando entre a linha de cintura e a cabeça da rival. Neste momento, Baszler já era um alvo fácil para a brasileira e o árbitro ‘Big’ John McCarthy interrompeu a peleja e decretou o nocaute técnico.

Ao final do combate, após derrotar a segunda companheira de treinos de Ronda Rousey no UFC,  a brasileira mostrou que sabe se promover e desafiou a campeã e musa do evento. “Eu quero mandar um recado para a Ronda. Quem vai se aposentar invicta e com o cinturão no UFC sou eu. Eu desafio a Ronda a tentar quebrar minha invencibilidade”, disparou a potiguar.

Carlos Diego vence mais uma no UFC

Desconhecido de grande parte do público brasileiro que acompanha o UFC, o amazonense radicado nos Estados Unidos Carlos Diego Ferreira começa a mostrar seu valor dentro do octógono. Em sua segunda aparição no evento ele emplacou o segundo triunfo com grande atuação.

Diante de Ramsey Nijem, vice-campeão do TUF 13, o brasileiro começou em desvantagem no combate. O  norte-americano de ascendência palestina combinou bem os golpes de boxe com entradas em queda, complicando o jogo do brasileiro.

Apesar de conseguir levar a peleja para o solo em duas oportunidades, Nijem preferiu não se arriscar no solo, pois Carlos Diego é faixa-preta de jiu-jitsu. Mesmo por baixo, o brasileiro tentou atacar uma finalização em todos os momentos que esteve no solo. Apesar disso, ele saiu em desvantagem no primeiro round.

No segundo assalto, o brasileiro voltou melhor. Mesmo com Ramsey trabalhando com combinações, Carlos respondia sempre com golpes de encontro muito potentes.

Com um direto de direita, o brasileiro derrubou NIjem, mas perdeu a chance de finalizar a peleja com uma guilhotina defendida pelo norte-americano. Confiante e com o rival sentindo os golpes, Carlos Diego voltou a conectar golpe de encontro de direita derrubou Nijem mais uma vez. Desta vez, o atleta tupiniquim partiu para os golpes no solo até o árbitro interromper a luta e decretar o nocaute técnico.

Confira abaixo os resultados do UFC 177:

Card principal
TJ Dillashaw derrotou Joe Soto por nocaute no R5
Tony Ferguson derrotou Danny Castillo na decisão dividida dos juízes;
Bethe Correia derrotou Shayna Baszler por nocaute técnico no R2;
Carlos Diego Ferreira derrotou Ramsey Nijem por nocaute técnico no R2
Yancy Medeiros finalizou Justin Edwards com uma guilhotina no R2

Card preliminar
Derek Brunson derrotou Lorez Larkin na decisão unânime dos juízes;
Anthony Hamilton derrotou Ruan Potts por nocaute técnico no R2;
Chris Wade finalizou Cain Carrizosa com uma guilhotina no R1.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments