Respondendo por 32 acusações, War Machine pode pegar prisão perpétua nos EUA

Lutador teve novas acusações incluídas por promotoria e deverá ir a julgamento no dia 17 de outubro

War Machine (foto) foi preso em sua cidade-natal, na Califórnia. Foto: Reprodução

War Machine (foto) foi preso em sua cidade-natal, na Califórnia. Foto: Reprodução

A agressão feita pelo lutador de MMA War Machine a sua ex-namorada, a atriz de filmes pornográficos Christy Mack, pode ter sérias consequências. Segundo o jornal norte-americano “Las Vegas Review”, o lutador teve 23 novas acusações adicionadas ao seu processo e, se for condenado, poderá pegar a pena de prisão perpétua.

RELEMBRE O CASO:
Atriz pornô relata agressão sofrida: ‘Achei que ia morrer’
War Machine se manifesta após crime: ‘Coração partido’
Atriz pornô cria fundo para despesas médicas de Christy Mack

Uma semana após agressão, War Machine é capturado 

No mês passado, War Machine agrediu seriamente Christy Mack e um amigo na casa da atriz. Depois de um período foragido, o lutador foi capturado e levado de volta a Las Vegas, local onde ocorreram as agressões. Nesta quarta-feira (3), o lutador compareceu ao tribunal pela primeira vez.

Inicialmente, War Machine responderia a nove acusações na justiça, mas os promotores adicionaram itens como tentativa de homicídio, violência sexual, agressão, coerção, persuasão a uma vítima a não reportar um crime, além de sequestro em primeiro grau, resultando em lesão corporal, totalizando 32 acusações.

O julgamento de War Machine deverá ser realizado no dia 17 de outubro. A condenação poderá chegar a prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments