Rafael Sapo vence e Rodrigo Damm é nocauteado no card preliminar do UFC FN 50

Representantes brasileiros nas lutas iniciais da noite em Ledyard (EUA) viveram momentos distintos no octógono; confira todos os resultados

R. Sapo (foto) se recuperou após duas derrotas consecutivas no octógono. Foto: Josh Hedges/UFC

R. Sapo (foto) se recuperou após duas derrotas consecutivas no octógono. Foto: Josh Hedges/UFC

Com a saída de Charles do Bronx do card preliminar do UFC Fight Night 50, nesta sexta-feira (05), o Brasil ficou apenas com dois representantes nas lutas iniciais da programação. A responsabilidade, então, ficou nas mãos de Rafael Sapo e Rodrigo Damm, que entraram no octógono em Ledyard (EUA) na sequência.

Com a vitória de Rafael Sapo e a derrota de Rodrigo Damm, os atletas brasileiros abriram a noite com 50% de aproveitamento. O terceiro representante do país no card é Ronaldo Jacaré, que faz a luta principal contra o armênio-holandês Gegard Mousasi.

Em luta equilibrada e decisão controversa, Sapo leva a melhor

Primeiro brasileiro a entrar no octógono na noite, Rafael Sapo subiu ao octógono pressionado pela sequência recente de duas derrotas consecutivas. Em uma luta marcada pelo equilíbrio e por uma decisão controversa, o mineiro de Belo Horizonte levou a melhor sobre Chris Camozzi, que vinha de três revezes, em decisão dividida dos juízes.

Com os dois lutadores precisando desesperadamente da vitória para manterem seus empregos, o combate foi muito aberto desde os primeiros minutos e marcado pela trocação franca entre Camozzi e Sapo. Com muito equilíbrio nas parciais inciais, o brasileiro acabou terminando a luta visivelmente cansado e com pouca reação diante das investidas do adversário. Apesar da impressão final, dois dos jurados consideraram Sapo melhor em dois dos três assaltos e o Brasil conquistou seu primeiro triunfo na noite.

Damm não consegue levar a luta para o chão e acaba nocauteado

Com pouca movimentação no primeiro round e sem conseguir levar Iaquinta para o chão, Damm acabou levando a pior na trocação e no primeiro round. Na segunda parcial, pouca coisa mudou. Com um jogo de pernas quase inexistente e sem conseguir impor seu jiu-jitsu, onde ficaria mais à vontade, o brasileiro

No terceirou round, Damm sofreu um knockdown com dois minutos e, atordoado, permaneceu no chão insistindo para que a luta fosse para o solo. A atitude não foi bem vista pelo árbitro Herb Dean, que ameaçou declarar o fim do combate caso o capixaba não voltasse para a luta em pé. Mas Rodrigo resistiu pouco após se levantar e acabou nocauteado logo na sequência. Com o resultado, o ex-participante do TUF Brasil acumulou seu segundo revés consecutivo.

Confira abaixo todos os resultados do UFC Fight Night 50:

CARD PRINCIPAL

Ronaldo Jacaré venceu Gegard Mousasi por finalização no R3;

Ben Rothwell venceu Alistair Overeem por TKO no R1;

Matt Mitrione venceu Derrick Lewis por TKO no R1;

Joe Lauzon venceu Michael Chiesa por interrupção médica no R2.

CARD PRELIMINAR

John Moraga venceu Justin Scoggins por finalização no R2;

Al Iaquinta venceu Rodrigo Damm por nocaute técnico no R3;

Rafael Sapo venceu Chris Camozzi por decisão dividida dos juízes;

Chris Beal venceu Tateki Matsuda por decisão unânime dos juízes;

Chas Skelly venceu Sean Soriano por decisão unânime dos juízes.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments