Jones e Cormier levam multa e terão de prestar serviços comunitários por briga

Campeão dos meio-pesados disse que perdeu patrocínio da Nike com a má repercussão de confusão

Jones e Cormier brigaram durante evento promocional do UFC em agosto. Foto: Reprodução

Jones e Cormier brigaram durante evento promocional do UFC em agosto. Foto: Reprodução

Jon Jones e Daniel Cormier foram punidos pela Comissão Atlética de Nevada pela briga que protagonizaram durante uma entrevista coletiva realizada no mês passado, em Las Vegas.

No dia 4 de agosto, em evento para promover o combate que fariam no UFC 178, o campeão dos meio-pesados e seu desafiante tiveram uma encarada tensa após as entrevistas. Jones colou sua testa contra a de Cormier, que, irritado, empurrou o campeão, iniciando uma grande briga. Relembre o episódio e assista ao vídeo da confusão.

LEIA TAMBÉM:
Wanderlei leva banimento e não poderá mais lutar em Las Vegas

Weidman quebra a mão e adia combate contra Belfort para fevereiro
UFC age rápido e confirma Hendricks x Lawler 2 para UFC 181
Após derrota em Brasília, Pezão passa por cirurgia para tirar tumor

Em audiência realizada nesta terça-feira (23), a NSAC determinou que o campeão, considerado o principal culpado pela confusão, terá de pagar uma multa de US$ 50 mil, além de ter de prestar 40 horas de serviços comunitários em Las Vegas. Já Cormier levou multa de US$ 9 mil, além de 20 horas de serviços comunitários no local que julgar mais apropriado.

O combate entre Jones e Cormier, que seria no próximo sábado, foi adiado para o dia 3 de janeiro de 2015 devido a uma lesão no joelho e tornozelo do campeão. A luta será a atração principal do UFC 182.

Campeão se diz preocupado com punição : “Definitivamente vai afetar meu treinamento”

Após receber a punição, Jones disse respeitar a decisão tomada pela Comissão Atlética de Nevada. No entanto, o campeão não deixou de expressar sua preocupação com as 40 horas de serviços comunitários que terá de cumprir.

Isso porque Jones realiza seus treinamentos na Jackson’s MMA, situada na cidade de Albuquerque, no estado do Novo México, que fica a mais de 900 km de distância de Las Vegas. Enquanto Cormier poderá cumprir as horas em San Jose, na Califórnia, onde treina, Jones terá de se deslocar para Nevada e realizar todo o serviço comunitário antes do combate.

“As 40 horas de serviços comunitários em Vegas, com uma luta se aproximando, é a única coisa que me preocupa. O fato de estas horas terem de ser cumpridas antes do combate é, definitivamente, algo que irá afetar meu treinamento. Mas eu respeito a decisão da comissão”, escreveu Jones, em sua conta no Twitter.

Jones diz ter perdido patrocínio da Nike pela confusão

Ao lado de Júnior Cigano e Anderson Silva, Jon Jones era um dos únicos atletas de MMA a contarem com o patrocínio da Nike, poderosa marca de materiais esportivos. Porém, “Bones” revelou, durante a audiência da NSAC, que perdeu o contrato de seis dígitos que tinha com a empresa norte-americana devido à má repercussão de sua briga com Cormier.

Além disso, Jones contou que o episódio também culminou no fim de suas conversas com uma outra grande empresa, cujo nome não foi revelado, com quem negociava também um contrato de seis dígitos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments