Ronda Rousey garante: ‘Cyborg terá o que merece’

Campeã do UFC voltou a atacar rival e disse que mantém seu interesse na realização da aguardada luta entre elas

R. Rousey (foto) está invicta como profissional em dez lutas. Foto: Josh Hedges/UFC

R. Rousey (foto) está invicta como profissional em dez lutas. Foto: Josh Hedges/UFC

Em sua passagem pelo Brasil, Ronda Rousey demonstrou que a fama de malvada que a precede talvez não seja tão justificada, exceto quando o assunto passa por Cris Cyborg. Sempre simpática, sorridente e elogiosa, a loira muda totalmente o tom ao falar da rival. Durante entrevista, Ronda criticou a postura de Cyborg em relação a uma hipotética luta entre elas e disse que a brasileira envergonha o esporte e seu país.

VEJA TAMBÉM:

Cyborg diz que pode finalizar ou nocautear Ronda
Vídeo: Lutador do UFC briga em bar e leva soco no rosto
C. Mendes diz que Brasil ficará sem campeões após UFC Rio
Lutadora pede dinheiro para trazer técnico ao UFC Uberlândia

“Eu acho que ela está dizendo uma coisa e fazendo outra. Eu sempre estive aqui, eu nunca fui a lugar nenhum. Eu sou a campeã, eu luto com quem quer que apareça. Ela é quem tem opções, não eu. Eu estou exatamente onde estava quando ela saiu, então ela pode voltar, tentar qualquer hora e terá o que merece. Ela envergonha não só o MMA feminino e o esporte, ela envergonha seu país também. E eu estou bastante feliz por poder deixar isso claro”, disse a campeã do UFC, em entrevista ao canal “Combate” veiculada no YouTube.

Para justificar seu ponto de vista, Rousey voltou a citar o episódio de doping da brasileira, flagrada em sua última luta pelo Strikeforce, e a forma como a rival não se acertou com o Ultimate. “Com certeza eu quero que essa luta aconteça. Mas, veja bem, ela diz que quer desesperadamente lutar comigo, então, porque quando anunciaram os testes antidoping para nossa luta, ela pediu para ser liberada do contrato com o UFC? Se você quer tanto uma luta, você vem e me enfrenta. Você não foge daquilo que quer”, alfinetou.

Aos 27 anos, Ronda Rousey tem um cartel profissional perfeito de dez vitórias em dez lutas. Campeã peso galo do extinto Strikeforce e única detentora do cinturão da divisão feminina até 61,2 kg do UFC, Ronda é constantemente ligada a uma possível luta contra Cris Cyborg. Tido como maior empecilho para a concretização do duelo, a diferença de categoria entre as duas rivais está prestes a deixar de existir, já que Cyborg descerá da divisão peso pena para os galos em dezembro, no evento Invicta FC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments