Mackenzie Dern substitui lesionada e enfrenta Amanda Lemos em duelo brasileiro no UFC 298

Brasileira aceita compromisso e enfrenta compatriota em evento do UFC no dia 17 de fevereiro; ela substitui Tatiana Suarez

Mackenzie Dern em ação no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Mackenzie Dern em ação no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Mackenzie Dern terá a chance de se recuperar da sua última derrota e se aproximar de uma disputa de cinturão no UFC. A faixa-preta de jiu-jitsu substituiu a norte-americana Tatiana Suarez, que se lesionou, e vai enfrentar a compatriota Amanda Lemos na edição de número 298, que acontece no dia 17 de fevereiro, em Anaheim, na Califórnia (EUA). A informação foi divulgada pelo jornal O.C Register e confirmada por uma fonte do Ultimate.

Aos 30 anos, Dern intercala entre bons e maus momentos, mas foi nocauteada pela ex-campeã Jessica Bate-Estaca no UFC 295, em novembro do ano passado. A lutadora, que nasceu nos Estados Unidos, mas tem dupla cidadania brasileira, soma um cartel de 13 vitórias e quatro derrotas no MMA profissional, sendo oito triunfos e quatro reveses na organização. Ela ocupa atualmente a oitava posição no ranking do peso palha (até 52,1 kg).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Amanda Nunes com os cinturões dos pesos galo e pena (Foto: Instagram/UFC)
W. Patolino (foto) foi finalista do TUF Brasil. (Foto: Facebook/UFC)
Kamaru Usman (esq.) em luta contra Khamzat Chimaev (dir.) no UFC 294. Foto: Reprodução/Instagram

Amanda, de 36 anos, vem de revés diante de Weili Zhang, mas em uma luta válida pelo cinturão da categoria, no UFC 292, em agosto de 2023. A paraense, que é especialista na trocação, perdeu por decisão unânime após cinco rounds. Antes disso, ela havia vencido sete das suas últimas oito lutas no octógono, além de um histórico de 13 resultados positivos, três negativos e um empate na carreira. É a quarta colocada no ranking da divisão.

UFC 298

O UFC 298 será liderado pela luta entre o campeão dos penas (até 65,7 kg), Alexander Volkanovski, e o desafiante Ilia Topuria. Na luta co-principal, Paulo Borrachinha fica frente a frente com Robert Whittaker.

PUBLICIDADE:

Além do confronto tupiniquim e Borrachinha, Marcos “Pezão” Rogério de Lima e Brendson Ribeiro representam o país no card.

Risco para Charles do Bronx no UFC?

Leia Mais sobre: , , , , , ,


Resultados do UFC Las Vegas 87 Resultados do Fight Music Show 4 Resultados do PFL x Bellator Resultados do UFC 298 Resultados do UFC Las Vegas 86