Após dois confrontos, Júnior Cigano mostra respeito por Fabrício Werdum e encerra rivalidade

O pupilo de Luiz Dórea deu ponto final na 'animosidade' com o também ex-campeão dos pesados e mostrou-se grato pela visibilidade que conquistou na carreira após o primeiro duelo entre ambos, em 2008

Cigano x Werdum bareknuckle 5 Instagram 2

J. Cigano e F. Werdum se enfrentaram no MMA sem luvas (Foto: Instagram/Gamebred Bareknuckle)

Uma das grandes rivalidades do início do século no MMA, aparentemente, chegou ao fim. Ex-campeão dos pesados (até 120,2kg) do UFC, o brasileiro Júnior Cigano encerrou a rivalidade com o também antigo dono do cinturão Fabrício Werdum após duas lutas com o seu compatriota e mostrou bastante respeito pela vitoriosa carreira do ‘Vai Cavalo’.

Veja Também

Justin Gaethje é um dos destaques dos leves. Foto: Reprodução/Instagram @justin_gaethje

“A verdade é que, antes da nossa luta, eu era fã do Fabrício Werdum, dele e do Minotauro. Eu admirava muito o Fabrício Werdum também, porque ele era o representante brasileiro no mundo dos pesos pesados. E depois da luta, tudo o que a gente falou, o jeito que as coisas aconteceram fez essa rivalidade entre nós, e a gente nunca mais se falou. Nunca pude dizer algo sobre isso porque estávamos sentindo essa rivalidade”, disse Cigano.

PUBLICIDADE:

Cigano relembrou o ambiente de sua estreia no UFC, quando enfrentou Werdum pela primeira vez, e mostrou respeito pela vitoriosa carreira construída pelo seu ex-rival.

“Mas agora, depois de 15 anos, pudemos lutar um contra o outro novamente e finalmente eu estava lá. Eu falei: ‘Cara, eu não tenho nenhuma raiva, eu sou grato. Eu lutei contra você naquele dia. Admiro sua carreira, na verdade. Quinze anos depois, estamos aqui lutando novamente. Lembro da minha estreia quando lutei contra você, estava lutando contra o Fabrício Werdum, o cara que era um grande nome na época. O cara que já deveria lutar pelo título e eu estava fazendo minha estreia no UFC. Todo mundo falava sobre isso. Então o mundo pode me notar porque eu estava lutando contra o Fabrício Werdum, então sou grato por isso”, finalizou o ex-campeão.

PUBLICIDADE:

Cigano e Werdum se enfrentaram pela primeira vez em 2008, na estreia do pupilo de Luiz Dórea na organização, e Junior surpreendeu o mundo ao estrear no Ultimate nocauteando Fabrício, que já era um peso pesado consolidado, bem próximo de uma disputa de cinturão.

O segundo e último duelo aconteceu em setembro de 2023 no Bare Knuckle, o ‘Boxe sem Luvas’ e o embate terminou com nova vitória de Júnior Cigano, dessa vez, na decisão unânime dos juízes.

PUBLICIDADE:

Risco para Charles do Bronx no UFC?

Leia Mais sobre: , , ,


Resultados do UFC Las Vegas 87 Resultados do Fight Music Show 4 Resultados do PFL x Bellator Resultados do UFC 298 Resultados do UFC Las Vegas 86