UFC 300, Adesanya, Strickland: Dricus Du Plessis aponta próximos passos como campeão dos médios

Após conquistar o cinturão no UFC 297, em janeiro, Dricus Du Plessis avalia seu primeiro passo como campeão dos médios

Dricus du Plessis em vitória no UFC 297. Foto: Reprodução/Instagram/@ufceurope

Dricus du Plessis em vitória no UFC 297. Foto: Reprodução/Instagram/@ufceurope

Cotado como um dos candidatos a ocupar uma das vagas da luta principal do UFC 300, Dricus Du Plessis valoriza o tamanho do evento do dia 13 de abril, mas não necessariamente o coloca como prioridade para o futuro imediato de sua carreira.

Em entrevista a rádio ‘Jacaranda FM’, da África do Sul, o campeão dos médios do Ultimate avaliou os próximos passos como detentor do cinturão, afirmou que só irá participar do UFC 300 se estiver 100% fisicamente e reforçou o sonho de protagonizar o primeiro evento da organização em solo africano.

PUBLICIDADE:

Veja Também

UFC - Dana White em coletiva de imprensa após o UFC 290. Foto: Reprodução/YouTube @ufc
Alex Poatan é campeão meio-pesado do Ultimate. Foto: Reprodução/Instagram

“Obviamente o UFC 300 vai ser um evento histórico. Eu acho que vai ser ótimo. Sempre que você tem o 100, 200 e agora o 300, são todos eventos gigantes e as vendas de pay-per-view são insanas. Eu amaria fazer parte disso, mas não se isso significar que não estarei totalmente recuperado. Defender meu título é muito mais importante do que estar em um evento histórico. Histórico de verdade será o UFC na África, e mais importante, na África do Sul. Não consigo nem explicar por quanto tempo eu estou disposto a esperar para fazer isso acontecer e defender meu cinturão em casa. Seria histórico. UFC 300 é apenas um número e não seria tão gigante quanto o UFC África”, afirmou Du Plessis.

Quanto ao seu primeiro desafio como campeão, Du Plessis ainda crê em Israel Adesanya como adversário mais provável, mas se diz disposto a ceder uma revanche ao ex-campeão Sean Strickland caso seja o desejo do Ultimate e dos fãs.

PUBLICIDADE:

“Ainda acho que Israel Adesanya vai ser minha próxima luta. Eu não me importaria (em dar a revanche para Sean Strickland) se for o que a organização quer. Como eu sempre digo, como campeão eu quero dar ao público as lutas que o público quer ver. Não escolho lutas porque serão mais fáceis. Se você quer ser o melhor do mundo, você tem que enfrentar os caras mais duros da divisão. Se o UFC decidir que quer a revanche com Strickland, fico feliz co isso. Se os fãs quiserem, vamos lá. Eu sinceramente acho que a segunda luta seria muito mais fácil do que a primeira”, finalizou.

Risco para Charles do Bronx no UFC?

Leia Mais sobre: , , , ,


Resultados do UFC Las Vegas 87 Resultados do Fight Music Show 4 Resultados do PFL x Bellator Resultados do UFC 298 Resultados do UFC Las Vegas 86