Mexicanos dominam card preliminar do UFC 180 e fazem dobradinha no TUF

Atletas da casa venceram todas as suas lutas; Alejandro Peréz e Yair Rodríguez se tornaram campeões da versão latino americana do reality show

Alejandro Pérez (esq.) é declarado vencedor do TUF América Latina. Foto: Reprodução/Twitter

Alejandro Pérez (esq.) é declarado vencedor do TUF América Latina. Foto: Reprodução/Twitter

A primeira parte da estreia do octógono mais famoso do planeta no México foi um sonho dourado para a torcida da casa. Em todas as lutas em que atletas da casa estiveram presentes, eles saíram vencedores. Os triunfos que levaram os mais de 22 mil torcedores presentes a Arena Ciudad de Mexico neste sábado (15) incluíram as duas vitórias nas finais do The Ultimate Fighter: América Latina, nas categorias peso pena e peso galo.

Na primeira luta, que envolvia dois atletas mexicanos, um comportamento antidesportivo de José Quiñonez mudou drasticamente o destino do combate. A luta contra Alejandro Pérez vinha equilibrada, com bons momentos para ambos os atletas, mas Quiñonez acabou acertando deliberadamente uma cabeçada no rival e foi punido pelo árbitro Big John McCarthy com a perda de dois pontos. Assim, o peso galo Pérez se tornou o primeiro campeão do TUF América Latina na história.

No segundo combate, o atleta da casa Yair Rodríguez superou o nicaraguense Leonardo Morales por decisão unânime dos juízes. Apesar de passar por alguns problemas na trocação, Rodríguez impôs sua superioridade na luta de solo e esteve perto de finalizar o combate em diversas oportunidades. No fim das contas, o mexicano foi considerado o vencedor em dois dos três rounds por todos os jurados e sagrou-se campeão do TUF na categoria peso pena, faturando, assim como Pérez, um contrato de seis dígitos com o UFC.

Smith sofre corte grave e perde por interrupção médica

Leslie Smith já vinha em desvantagem na trocação contra Jessica Eye, mas o corte na orelha sofrido pela norte-americana foi uma das cenas mais marcantes do card preliminar do UFC 180. A lutadora até tentou insistir e seguir no combate, mas acabou derrotada por nocaute técnico, por interrupção médica, quando a situação da lesão se agravou ainda mais no segundo assalto.

Hermano domina no início, mas toma virada

O UFC 180 começou a todo vapor. Após uma luta movimentadíssima entre Marco Béltran e Marlon Vera, foi a vez do mexicano Henry Briones pisar no octógono para enfrentar o argentino Guido Cannetti. E a segunda luta do card preliminar não deixou a desejar em nada.

No primeiro round, Cannetti dominou amplamente e venceu de maneira incontestável. Porém, na metade do segundo round, o “hermano” acabou pego por um uppercut certeiro de Briones que o levou ao solo. No chão, o argentino ainda sofreu um duro castigo no ground and pound antes de ser finalizado em um justo mata-leão.

Confira abaixo todos os resultados do UFC 180:

CARD PRINCIPAL

Peso pesado (até 120 kg): Fabrício Werdum x Mark Hunt;

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Kelvin Gastelum x Jake Ellenberger;

Peso pena (até 66 kg): Dennis Bermudez x Ricardo Lamas;

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Chris Heatherly x Augusto Montaño;

Peso meio-médio (até 77,1 kg): Edgar García x Hector Urbina.

CARD PRELIMINAR

Yair Rodríguez venceu Leonardo Morales por decisão unânime dos juízes;

Alejandro Pérez venceu José Quiñonez por decisão unânime dos juízes;

Jessica Eye venceu Leslie Smith por TKO (interrupção médica) no R2;

Gabriel Benítez finalizou Humberto Brown com uma guilhotina no R3;

Henry Briones finalizou Guido Cannetti com um mata-leão no R2;

Marco Beltrán venceu Marlon Vera por decisão unânime dos juízes.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments