Werdum admite início ruim e diz que golpes de Hunt o fizeram entrar na luta: ‘Quando pegou acordei’

Novo campeão interino do UFC, Fabrício Werdum, reconhece que início da luta não foi bom e que golpes o rival fizeram efeito

F. Werdum (foto) é o novo campeão interino dos pesos pesados do UFC

F. Werdum (foto) é o novo campeão interino dos pesos pesados do UFC

Fabrício Werdum marcou seu nome na história do UFC ao nocautear Mark Hunt e conquistar o cinturão interino dos pesos pesados na organização. Mas o início da luta foi preocupante para o brasileiro. O neozelandês conectou potentes socos e chegou a derrubar o atleta gaúcho em duas oportunidades. O novo campeão interino reconhece que não iniciou bem o duelo e os golpes do rival o fizeram acordar para a luta.

“Demorei para entrar na luta porque estava muito ansioso. Estou há dois meses no México sem ver minha família. A ansiedade é normal. Alguns golpes do Hunt entraram e eu senti os golpes. Não entrei na luta no primeiro round e dei espaço para ele. Deveria ter me movido mais e me preparei para isso, mas não sei o que me aconteceu que eu não entrei na luta. Quando os socos pegaram, eu acordei”, disse Werdum na coletiva de imprensa.

Werdum ainda reconheceu que a tática de trabalhar a luta no chão, mesmo que por baixo, não teve sucesso. O brasileiro ainda usou o jogo de tentar a queda, que falhou no primeiro round, para servir  de entrada para a joelhada que decretou o final da luta.

“Não consegui fazer nada no chão, chamando para minha guarda, e isso foi uma coisa que treinamos muio com o Charles Cobrinha. O Hunt é muito inteligente, luta bem demais e não me dava espaço. Eu entrei duas vezes em suas pernas e vi que ele fez um ótimo sprawl. Como havíamos treinado muitas vezes, fintei que ia embaixo, soltei a joelhada e conectei muito bem”, analisou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments