Evento nos EUA oferece R$ 25 mil para quem finalizar lutador brasileiro

Metamoris garantiu que Vinny Magalhães enfrenta qualquer atleta, independentemente de peso ou categoria, no próximo dia 22/11

V. Magalhães (foto) lutou no UFC entre 2012 e 2013. Foto: Josh Hedges/UFC

V. Magalhães (foto) lutou no UFC entre 2012 e 2013. Foto: Josh Hedges/UFC

Antes mesmo de existir o termo MMA, a família Gracie tinha costume de propor desafios a representantes de outras artes marciais, que seriam premiados caso conseguissem vencer um representante do jiu-jitsu. A estratégia parece não ter saído de moda na lendária família e foi recuperada por Ralek Gracie, fundador da organização de submission Metamoris. O evento divulgou dará a qualquer um a chance de finalizar o faixa preta brasileiro Vinny Magalhães, irmão do cantor Sidney Magal, e oferece ao autor de tal façanha US$ 10 mil (cerca de R$ 25 mil, pela cotação atual).

A disputa foi divulgada pela organização em seus perfis oficiais nas redes sociais. Para tentar a sorte contra Vinny e lutar pelo prêmio em dinheiro no Metamoris 5, no próximo dia 22 de novembro, o candidato deverá se inscrever por e-mail e enviar os seguintes dados: foto atual, idade, altura, peso, local de treino, referências de jiu-jitsu, graduação (no mínimo faixa preta), tempo de treino, data de sua última competição e descrição de por que você deve ser o escolhido. Caso sejam cumpridos tais requisitos, segundo o evento, o brasileiro enfrentará qualquer atleta, independentemente de categoria de peso.

Campeão mundial de jiu-jitsu e do ADCC (principal competição de grappling do planeta), Vinny Magalhães é um velho conhecido do público do MMA. Ex-campeão dos meio-pesados do evento russo M-1 Global, ligado ao célebre Fedor Emelianenko, Vinny se transferiu para o UFC em 2012, conquistando uma vitória e sofrendo duas derrotas na organização. Demitido do Ultimate, o brasileiro, que tem um cartel de 12 vitórias e sete derrotas, venceu as duas lutas que realizou fora do octógono. Na última delas, em setembro deste ano, venceu Jason Brilz e faturou o cinturão vago dos meio-pesados do Titan FC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments