Renzo Gracie conta como evitou briga entre Anderson Silva e Vitor Belfort nos bastidores

Confusão aconteceu durante a semana do UFC 112, em Abu Dhabi; brasileiro falou sobre episódio durante entrevista a um programa de rádio

Rivalidade entre Anderson (esq.) e Vitor (dir.) pegou fogo no início da década. Foto: Josh Hedges/UFC

Rivalidade entre Anderson (esq.) e Vitor (dir.) pegou fogo no início da década. Foto: Josh Hedges/UFC

Apontado como um dos principais fatores a impulsionar a popularidade do MMA nos últimos anos, o duelo entre Anderson Silva e Vitor Belfort em 2011 é até hoje é marcante para os fãs – especialmente por seu desfecho, com o nocaute de Anderson após um chute frontal no rosto de Vitor. O que pouca gente sabe, porém, é que os dois rivais estiveram perto de protagonizar esta mesma luta meses antes, mas fora do octógono. A quase briga entre o Spider e Belfort foi relatada pelo brasileiro Renzo Gracie, que garantiu ter evitado que a confusão se instalasse nos bastidores do UFC 112, em Abu Dhabi.

LEIA:
– UFC teve queda de 40% nos lucros em 2014
Anderson Silva revela ter escrito série policial para TV

Vitor Belfort e Anderson Silva estavam no looby de um hotel em Abu Dhabi. Eles estavam discutindo muito, quase saindo na porrada. Não tinha mais ninguém lá. Eu cheguei e quando vi aquela cena disse: ‘caras, só quero deixar uma coisa clara: Se vocês começarem a lutar, eu não vou separá-los. Eu vou sentar e assistir, porque eu adoraria ver essa luta’. Então eles pararam de discutir, cada um virou para o seu lado e foram embora (risos)”, relatou Renzo, em entrevista à “Submission Radio”.

VEJA TAMBÉM:
– Jon Jones descarta superluta contra Anderson Silva
– Ronda ataca Cris Cyborg: ‘Vou matá’
– Evento oferece R$ 25 mil para quem finalizar brasileiro

Pelo relato de Renzo Gracie, o problema entre Anderson Silva e Vitor Belfort aconteceu nos bastidores do UFC 112, em abril de 2010. Curiosamente, Vitor seria o adversário original de Anderson no evento, mas acabou se lesionando e deu lugar ao compatriota Demian Maia. O Spider venceu Demian por decisão unânime, mas abusou das provocações ao rival durante a luta e foi duramente criticado por fãs, jornalistas e até o presidente Dana White, que se recusou a entregá-lo o cinturão e  por diversas vezes depois disso afirmou que o comportamento do ex-campeão foi um dos piores momentos na história da organização.

Anderson Silva, de 39 anos, tem um cartel profissional de 33 vitórias e sei derrotas. No dia 31 de janeiro de 2015, brasileiro volta ao octógono após um ano e um mês afastado devido à fratura na perna esquerda sofrida na revanche contra Chris Weidman. O adversário do Spider na luta principal do UFC 183, em Las Vegas (EUA), será o polêmico Nick Diaz. Já Vitor Belfort, de 37 anos, possui um retrospecto de 24 vitórias e dez derrotas. O Fenômeno encara o campeão Chris Weidman pelo cinturão dos médios no próximo dia 28 de fevereiro, na luta principal do UFC 184, em Los Angeles (EUA).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments