Jiri Prochazka bate Aleksandar Rakic em luta emocionante e se recupera de derrota contra Alex Poatan no UFC 300

Tcheco passa por maus bocados no primeiro round, mas dá volta por cima em desafio entre destaques dos meio-pesados

Jiri Prochazka Aleksandar Rakic UFC 300 Twitter UFC News

Jiri Prochazka em vitória no UFC 300. Foto: Reprodução/Twitter @UFCNews

Meses depois da dura derrota contra Alex Poatan na disputa do cinturão vago dos meio-pesados (até 93kg.), Jiri Prochazka deu a volta por cima. Inserido na luta que encerrou o card preliminar do UFC 300, realizado neste sábado (13), em Las Vegas (EUA), o ex-campeão da categoria passou por maus bocados diante de Aleksandar Rakic, mas levou a melhor em confronto marcado pela emoção. Depois de sustos no primeiro round, o atleta se impôs no confronto franco e venceu com duro nocaute na segunda etapa.

A vitória mantém Prochazka como forte candidato à futura disputa de cinturão. Hoje, o lutador ocupa a segunda posição no ranking, atrás apenas do campeão Poatan e Jamahal Hill.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Alex Poatan (dir.) aplica nocaute em Jamahal Hill (esq.) no UFC 300. Foto: Reprodução/Twitter @UFCNews
Charles do Bronx arrisca guilhotina em luta contra Arman Tsarukyan no UFC 300. Foto: Reprodução/Twitter @UFCNews

Em entrevista ainda no octógono, Jiri exigiu a condição de desafiante.

De volta após se recuperar de grave lesão sofrida em 2022, Rakic teve bons momentos no confronto. Depois de performance convincente no primeiro round, o atleta sucumbiu à imprevisibilidade e poder de nocaute do adversário.

PUBLICIDADE:

Prochazka leva melhor em ‘bang bang’

A luta começou com Rakic tomando a inciativa com chutes baixos. Prochakza tentava encurtar a distância e aguardava para lançar seu primeiro ataque. Após um minuto, a vantagem na trocação era de Aleksandar, que atacava com maior contundência e evitava o avanço do oponente. Na metade do round, Jiri passou a acusar os chutes baixos aplicados pelo adversário e mancava pelo octógono. Perto do minuto final, um direto de Rakic entrou em cheio no rosto de Prochazka, que seguia em clara desvantagem na luta. Nos segundos finais, Prochazka surpreendeu o adversário com um cruzado. Rakic acusou o ataque, mas não diminuía o ritmo. A etapa acabou com os atletas medindo força próximos às grades.

Logo nos segundos iniciais da próxima etapa, Aleksandar atingiu Jiri com um direto limpo no rosto. Apesar da desvantagem na trocação, Prochazka mostrava perigo ao lançar seus ataques. O tcheco, no entanto, apostava ignorava combinações e buscava um golpe fulminante. Na metade do assalto, os atletas partiram para a trocação franca e levantaram o público. Os atletas se balançavam próximos às grades e buscavam o nocaute. Jiri levou a melhor no ‘bang bang’ e balançou o oponente. Rakic foi à lona, enquanto Jiri dava sequência a um verdadeiro massacre. Ao perceber o estado de Aleksandar, o árbitro interrompeu o desafio.

Aljamain Sterling estreia no peso pena com vitória imponente

Aljamain Sterling em estreia no peso pena. Foto: Reprodução/Twitter @UFC

Antigo campeão dos galos (até 61,2kg.), Aljamain Sterling não sentiu a pressão de estrear entre os penas (até 65,7kg.) do UFC. Adversário de Calvin Kattar, destaque no top 10 da categoria, o atleta teve performance imponente e anulou o rival nos 15 minutos disputados. Eficiente no wrestling, o atleta foi declarado vencedor na decisão unânime após três rounds.

Com a vitória, Sterling se insere na elite da categoria liderada por Ilia Topuria. Na próxima semana, o atleta deve ocupar a oitava posição do grupo.

Amplamente dominado pelo ex-campeão dos galos, Kattar teve o mau momento ampliado. Agora, o lutador acumula quatro derrotas nas últimas cinco apresentações.

Só deu Sterling

A luta começou com Sterling tomando a iniciativa com sequência de chutes baixos no adversário. Kattar respondeu com um chute alto, que parou na guarda do adversário. Com pouco mais de um minuto, Aljamain atuava na longa distância e pontuava diante do rival. Na metade da etapa, Sterling conseguiu uma queda pressionava o rival. Com estratégia bem traçada, Aljamain impedia a recuperação do adversário. Nos segundos finais, o ex-campeão dos galos conseguiu nova queda, mas não havia mais tempo.

No segundo assalto, Sterling seguia cumprindo a estratégia à risca. O atleta encurtou a distância e voltou a tentar queda em Kattar, que resistia com as costas na grade. Após pressionar o oponente, mas sem golpes efetivos, Aljamain passou a ser vaiado por parte da torcida. Com cerca de dois minutos passados, Calvin conseguiu ficar de pé, mas o ex-campeão dos galos não ‘desgrudava’ do adversário. Após pressão de Sterling, Kattar conseguiu se desvencilhar, o que levou os espectadores à loucura. Perto do minuto final, Sterling conseguiu bela queda, levando o oponente à lona no centro do octógono. A etapa acabou com Aljamain por cima, em posição de destaque.

Logo no início do último round, Sterling encurtou a distância e voltou a tentar queda. Kattar resistia, mas não conseguia impor seu ritmo no confronto. Aljamain conseguiu nova queda, mas, novamente, era vaiado pelo público. Quase no minuto final, o ex-campeão dos galos apertou o ritmo e passou a agredir o adversário no ground and pound. A luta acabou com Sterling em posição de vantagem.

Resultados do UFC 300

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado (até 93 kg): Alex Poatan derrotou Jamahal Hill por nocaute a 3m14s do R1 – luta pelo cinturão

Peso palha (até 52,1 kg): Weili Zhang derrotou Yan Xiaonan na decisão unânime dos juízes (49-45, 49-45, 49-45) – luta pelo cinturão

Peso leve (até 70,3 kg): Max Holloway derrotou Justin Gaethje por nocaute a 4m59s do R5- luta pelo cinturão BMF

Peso leve (até 70,3 kg): Arman Tsarukyan derrotou Charles do Bronx na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso médio (até 83,9kg): Bo Nickal finalizou Cody Brundage com um mata-leão a 3m38s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93 kg): Jiri Prochazka derrotou Aleksandr Rakic por nocaute técnico a 3m17s do R2

Peso pena (até 65,7 kg): Aljamain Sterling derrotou Calvin Kattar na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso galo (até 61,2 kg): Kayla Harrison finalizou Holly Holm com um mata-leão a 1m47s do R2

Peso pena (até 65,7 kg): Diego Lopes derrotou Sodiq Yusuff por nocaute técnico a 1m29s do R1

Peso leve (até 70,3 kg) Renato Moicano derrotou Jalin Turner por nocaute técnico a 4m11s do R2

Peso palha (até 52,1 kg): Jéssica Bate-Estaca derrotou Marina Rodriguez na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso leve (até 70,3 kg): Bobby Green derrotou Jim Miller na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-25, 29-26)

Peso galo (até 61,2 kg): Deiveson Figueiredo finalizou Cody Garbrandt com um mata-leão a 4m02s do R2

Estatísticas do UFC 300

Rivalidade à vista? McGregor provoca ex-campeão e leva resposta pesada

Leia Mais sobre: , , , , , , ,


Confira todos os resultados do UFC Las Vegas 92 Resultados do UFC St. Louis Resultados do UFC 301 Resultados do UFC Las Vegas 91 Resultados do UFC 300