Manuwa não se arrepende de ter desistido de luta com Shogun: ‘Tomei a decisão correta’

Lutador quebrou o pé na semana anterior do UFC Uberlândia e foi substituído por St. Preux, que derrotou o brasileiro

J. Manuwa (foto) não enfrentou Shogun por lesão. Foto: Josh Hedges/UFC

J. Manuwa (foto) não enfrentou Shogun por lesão. Foto: Josh Hedges/UFC

O mês de novembro não foi dos melhores para Jimi Manuwa. O lutador, escalado para enfrentar Maurício Shogun na atração principal do UFC Uberlândia, saiu do combate em cima da hora devido a uma lesão no pé. Além de não conseguir retomar o caminho das vitórias, Manuwa viu seu substituto, Ovince St. Preux, derrotar Shogun em poucos segundos de luta.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Porém, engana-se quem pensa que Manuwa se sentiu amargurado com os recentes acontecimentos. O lutador inglês não se arrependeu de ter deixado o combate e explicou a lesão que o deixou de molho. “Acho que tomei a decisão correta no fim das contas. Antes de eu ir à Suécia para finalizar meu treinamento, eu machuquei meu pé em uma sessão de sparring. Mas eu continuei tratando a lesão e isso causou estresse em uma outra parte do pé. Isso resultou em uma fratura e eu não entendia muito bem, já que os exames de raio-x não apresentavam nada. Depois, voltei a Londres antes de viajar ao Brasil e o UFC me fez passar por uma ressonância magnética e isso revelou a fratura”, contou Manuwa, em entrevista ao canal do YouTube “WHOATV”.

O “Posterboy”, no entanto, não acredita que ele necessariamente derrotaria Shogun rapidamente levando em conta o que fez St. Preux. “Foi um bom trabalho de St. Preux. Ele fez um ótimo trabalho ao nocautear Shogun, mas provavelmente a luta teria sido diferente se fosse eu. Mas eu estava assistindo à luta e, assim que acabou, eu desliguei a TV e fui dormir. O esporte é assim e não fico pensando muito nisso”, encerrou.

PUBLICIDADE:

[vox id=”26724″]

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?

Comentários

Deixe um comentário