Técnico de Claudia Gadelha vai recorrer de derrota polêmica: ‘Perder roubado é terrível’

Líder da Nova União, Dedé Pederneiras também fez duras críticas aos árbitros do MMA e questionou suposta impunidade no esporte

Claudinha (esq.) foi derrotada por J. Jedrzejczyk (dir.) em Phoenix. Foto: Josh Hedges/UFC

Claudinha (esq.) foi derrotada por J. Jedrzejczyk (dir.) em Phoenix. Foto: Josh Hedges/UFC

No último sábado (13), na luta que fechou o card preliminar do UFC on FOX 13, a brasileira Claudinha Gadelha foi derrotada pela polonesa Joanna Jedrzejczyk em decisão dividida dos juízes no duelo que pode ter definido a próxima desafiante ao novo cinturão peso palha. A brasileira e sua equipe não aceitaram o resultado e já têm em mente seu próximo passo. Nas redes sociais, o técnico Dedé Pederneiras, líder da Nova União, fez duras críticas aos árbitros e disse que vai pedir a reavaliação do revés.

Veja Também

UFC on FOX 13: Claudinha Gadelha perde em decisão polêmica e se afasta do cinturão
Vídeo: Assista aos melhores momentos da vitória de Junior Cigano sobre Stipe Miocic
Vídeo: Assista aos melhores momentos da luta entre Rafael dos Anjos e Nate Diaz
Irreconhecível, Cigano usa óculos para esconder inchaço após vitória sobre Miocic

“Você perder porque o adversário foi melhor é ruim, mas perder roubado é uma sensação terrível. Esses árbitros não têm noção alguma de MMA. Mesmo sabendo da dificuldade, a Nova União decidiu entrar com processo de pedido de reavaliação da luta da Cláudia Gadelha”, assegurou Dedé, em sua página oficial no Twitter.

O treinador também reclamou da falta de responsabilização aos profissionais que julgam as lutas no esporte por seus supostos erros. “Pior é ter que escutar: ‘Não adianta entrar com processo para rever o resultado porque eles nunca mudam’. É a mesma coisa de ser roubado e ouvir que não adianta ir na delegacia porque não vão fazer nada e você tem que aceitar que foi roubado, ir pra casa e trabalhar mais. Se você erra em qualquer lugar do mundo você é punido de alguma forma. Por que árbitros que não tem noção de MMA erram e fica por isso mesmo?”, questionou.

O revés para Joanna Jedrzejczyk foi o primeiro da carreira de Claudinha Gadelha. Agora, a potiguar tem um cartel profissional de 12 vitórias e uma derrotas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments