Presidente do UFC minimiza golpe de Claudinha após o gongo: ‘Ela pediu desculpas’

Dana White diz que situação da brasileira é diferente do ocorrido com Paul Daley, demitido em 2010 pelo mesmo motivo

Claudinha pede desculpas a adversária após golpe ilegal. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Claudinha pede desculpas a adversária após golpe ilegal. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

O presidente do UFC, Dana White, não viu grandes problemas na atitude de Cláudia Gadelha após sua luta no último sábado (13). Após o término do combate, a brasileira desferiu um soco em sua adversária, Joanna Jedrzejczyk, o que imediatamente gerou uma grande polêmica.

Veja Também

Técnico de Claudia Gadelha vai recorrer de derrota polêmica: ‘Perder roubado é terrível’
UFC on FOX 13: Claudinha Gadelha perde em decisão polêmica e se afasta do cinturão
Dana prevê que Cigano ficará afastado por um longo tempo após guerra com Miocic

Muitos se lembraram do que aconteceu com o meio-médio Paul Daley em 2010. No UFC 113, o inglês acertou deliberadamente seu adversário, Josh Koscheck, assim que o gongo soou, o que fez com que ele fosse imediatamente demitido pela organização. Porém, White salientou que se tratam de dois casos diferente.

“As pessoas ficaram loucas com isso. ‘Ela atingiu depois do gongo soar, ela fez isso, ela fez aquilo’, e, claro, todo mundo lembrou de Daley. A diferença é que, com Daley, ele não se importou. Ele não deu a mínima. Ele olhou para mim e disse que não se importava. Assim que Cláudia fez isso, ela pediu desculpas na hora. É uma situação completamente diferente”, comparou White, em entrevista coletiva.

No combate, Gadelha foi derrotada de maneira polêmica na decisão dividida dos juízes. Esse foi o primeiro revés na carreira da brasileira, que agora soma um cartel de 12-1.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments