Xará de Lyoto perde, mas brasileiros vão bem no card preliminar do UFC Barueri

Finalista do TUF Brasil 3 acabou superado por Tim Means; Marcos Pezão, Vitor Miranda e Renato Moicano brilham no programa de abertura

Exausto, M. Lyoto termina a luta contra T. Means sentado no octógono. Foto: Inovafoto

Exausto, M. Lyoto termina a luta contra T. Means sentado no octógono. Foto: Inovafoto

O peso médio Lyoto Machida é o principal protagonista do UFC Fight Night 58, evento que acontece na noite deste sábado (20), em Barueri (SP). Porém, já no card preliminar, outro ‘Lyoto’ entrou em ação e acabou derrotado. Marcio Alexandre, que ficou conhecido no TUF Brasil 3 como Marcio Lyoto – devido ao estilo de luta parecido com o do ex-campeão dos meio-pesados – esteve perto do nocaute, mas acabou superado por Tim Means.

A derrota do catarinense foi a única envolvendo brasileiros no programa de abertura. Nas outras cinco lutas, os atletas da casa tiveram cinco triunfos. Destaque para os grandes nocautes de Vitor Miranda e Marcos Pezão e a linda finalização do estreante Renato Moicano.

Marcio Lyoto perde segunda no UFC

Finalista do TUF Brasil 3, Marcio Lyoto entrou no octógono em busca de reabilitação, depois de perder a final do reality show para Warlley Alves. Diante do norte-americano Tim Means, o brasileiro teve dificuldades para encontrar a distância no primeiro round e acabou sofrendo com algumas investidas do rival.

Veja Também

Fã número um de Lyoto, chinês viaja o mundo atrás do lutador e desembarca em Barueri
VÍDEO: Lutador do UFC testa resistência de protetor genital com tiro

No segundo round, Means continuou melhor no início, mas quando tentava derrubar o brasileiro, ele acabou conectando uma joelhada no rosto de Marcio, que estava em três apoios. Com o golpe ilegal, o catarinense teve cinco minutos para se recuperar e o norte-americano começou a provocar a torcida brasileira no ginásio.

No recomeço da luta, Lyoto voltou irritado e com um chute na cabeça quase chegou ao nocaute. Ele levou o norte-americano a knockdown e soltou vários golpes por cima. Mas Means conseguiu se recuperar, reverter a posição e terminar a parcial por cima.

No terceiro round, com o duelo praticamente empatado, Marcio Lyoto sentiu o preparo físico. Já cansado, ele não conseguiu repetir os bons momentos no assalto anterior. Tim Means se aproveitou, conseguiu acertar bons golpes e levar a melhor na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28).

Vitor Miranda e Marcos Pezão conseguem belos nocautes

Se Marcio Lyoto não conseguiu a vitória, outros dois semifinalistas do TUF Brasil 3 deram show. Primeiro atleta do país a subir no octógono, Vitor Miranda conseguiu se recuperar da derrota na grande final dos pesos pesados e nocauteou Jake Collier.

Depois de descer duas categorias, Vitor lutou bem no peso médio. Ele começou sendo derrubado pelo norte-americano, mas conseguiu se levantar e nos instantes finais do primeiro round conectar um lindo chute de direita na cabeça do rival. Collier sentiu e com mais três socos chegou ao nocaute.

Mais rápido que Miranda foi Marcos Pezão. O semifinalista do TUF Brasil 3, também entre os pesos pesados, desceu da divisão e entre os meio-pesados e foi rápido no gatilho para para nocautear  Igor Pokrajac.

Pezão, que havia conseguido sua primeira vitória no UFC em 20 segundos, precisou de menos de dois minutos para nocautear o rival de origem croata. Com um cruzado potente, o brasileiro derrubou o rival e liquidou a fatura com socos por cima

Moicano estreia com o pé direito

Chamado em cima da hora para substituir Rony Jason, o brasiliense Renato Moicano, de 25 anos, parecia um veterano no octógono. Diante de Tom Niinimaki o brasileiro mostrou evolução no boxe para dominar o primeiro round e finalizar o combate no segundo assalto com sua especialidade; o jiu-jitsu.

Depois de conseguir uma queda, ele evoluiu para montada e rapidamente chegou às costas para encaixar o mata-leão e finalizar a luta.

 

Confira abaixo os resultados completos do card preliminar do UFC Fight Night 58, em Barueri:

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado (até 93 kg): Marcos Pezão derrotou Igor Pokrajac por nocaute no R1;

Peso pena (até 66 kg): Renato Moicano finalizou Tom Niinimaki com um mata-leão no R2;

Peso pena (até 66 kg): Hacran Dias derrotou Darren Elkins na decisão unânime dos juízes (29×28, 30×27, 29×28)

Peso galo (até 61,2 kg): Leandro Brodinho finalizou Ulka Sasaki com um estrangulamento no R2;

Peso meio-médio (até 77 kg): Tim Means derrotou Marcio Lyoto na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

Peso médio (até 84 kg): Vitor Miranda derrotou Jake Collier por nocaute no R1;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments