Vitor Miranda diz ter se encontrado nos pesos médios: ‘Se soubesse, tinha descido antes’

Vice-campeão do TUF Brasil 3 relata que se sentiu mais rápido e com melhor condicionamento físico com 84 kg

Miranda (foto) fez sua estreia no peso médio com nocaute em Barueri. Foto: Lucas Carrano/SUPER LUTAS

Miranda (foto) fez sua estreia no peso médio com nocaute em Barueri. Foto: Lucas Carrano/SUPER LUTAS

Nunca é tarde demais para mudar. Após mais de onze anos de carreira e a derrota na final do TUF Brasil 3 entre os pesos pesados, Vitor Miranda resolveu descer para a categoria de pesos médios. Aos 35 anos, o veterano estreou na nova divisão com vitória sobre Jake Collier no UFC Barueri e celebrou a opção pela nova divisão.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“O peso é esse mesmo. A gente ficou preocupado no começo, mas na metade da minha preparação eu percebi que era meu peso mesmo. A medida que eu fui ficando mais leve, eu fiquei mais rápido, mais habilidoso e com o gás melhor. Se eu soubesse, já tinha descido antes. Mas, ainda assim, foi em tempo, e esse vai ser meu tempo para sempre”, comentou o lutador, em bate papo com a imprensa logo após o evento no último sábado (20). “Eu, na categoria de cima, não teria dado esse chute. Não teria o timing e a velocidade. Eu acho que mudar de categoria foi muito importante”, completou.

Vitor ainda disse que a experiência nos pesados e nos meio-pesados ajudou muito para que sentisse menos a transição. “Ter lutado nas categorias mais pesadas antes me ajudou muito. Eu sempre lutei muay thai de pesado, então tomar um chute ou um golpe é algo que estou acostumado. Então, eu senti que eu estava conseguindo segurar bem. O problema mesmo dos mais leves é a velocidade e a explosão para derrubar.

PUBLICIDADE:

Aos 35 anos, Vitor Miranda tem um cartel profissional de 10 vitórias e quatro derrotas. “Lex Luthor”, como é conhecido, fez longa carreira no MMA nacional e protagonizou uma das rivalidades mais marcantes do circuito brasileiro contra Fábio Maldonado, hoje também atleta do UFC.

[vox id=”28091″]

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?

Comentários

Deixe um comentário