Dillashaw projeta próximo combate contra Johnson ou Aldo: ‘Seria incrível’

Campeão dos galos diz que revanche com Barão seria ainda mais fácil que o primeiro combate: ‘Eu o demoliria’

Dillashaw (foto) sonha em ostentar dois cinturões ao mesmo tempo no UFC. Foto: Divulgação/UFC

Dillashaw (foto) sonha em ostentar dois cinturões ao mesmo tempo no UFC. Foto: Divulgação/UFC

Tudo indicava que 2015 seria um ano de muito trabalho para TJ Dillashaw. O campeão dos galos do UFC já tinha dois potenciais adversários em vista: Dominick Cruz, ex-campeão da categoria, e Raphael Assunção, que vem em boa sequência de vitórias e foi o último a derrotar Dillashaw no octógono. Porém, tudo mudou na última segunda-feira (22), quando os dois atletas anunciaram que sofreram lesões e deverão ficar afastados das lutas por um tempo.

Veja Também

UFC Barueri: Após trauma e perda do cinturão, Barão finaliza e promete ‘calar a boca’ de Dillashaw
Dominick Cruz sofre nova lesão no joelho e fica afastado por tempo indeterminado
Quarto colocado entre os galos, Assunção revela ter fraturado seu tornozelo

Assim, iniciaram-se as especulações sobre quem seria o próximo desafiante de Dillashaw. O nome de Urijah Faber, companheiro de treinos do campeão no Team Alpha Male, chegou a ser mencionado, mas Dillashaw imediatamente negou qualquer possibilidade.

“Sei que é algo que tentarão forçar para fazer acontecer, mas eu não quero lutar com Urijah. Seria diferente se nós tivéssemos treinado juntos somente algumas vezes, mas eu passo todos os dias na Alpha Male, então seria muito difícil fazer isso acontecer. A única razão pela qual eu estou lutando é por causa de Urijah. Foi ele quem me trouxe ao esporte”, explicou Dillashaw, em entrevista ao jornal canadense “The Province”.

Dillashaw contou que aceitaria uma revanche contra Renan Barão, a quem derrotou em maio, mas acredita que o brasileiro ainda não merece lutar pelo título. “Eu não ligo se eu lutar com Barão de novo, porque, para mim, parece que será uma luta ainda mais fácil. Não acho que ele foi bem em sua última luta [contra Mitch Gagnon, no UFC Barueri]. Do jeito que ele estava, eu o demoliria novamente. Com certeza muita gente falaria sobre essa luta, mas não acredito que ele mereça lutar pelo título”, opinou o campeão.

Assim, Dillashaw sugeriu que sua próxima luta fosse contra algum outro campeão do UFC – seja contra Demetrious Johnson, dono do cinturão dos moscas, ou José Aldo, campeão dos penas. “Isso seria incrível, um campeão contra um campeão. É algo que não acontece muito, então eu não recusaria. Lutar com Aldo é algo que eu adoraria fazer desde que ele enfrentou [Chad] Mendes, porque sei que eu poderia vencê-lo. Adoraria ganhar essa oportunidade. Tracei a meta de ter dois cinturões ao mesmo tempo, mas não sei até que ponto [a luta contra outro campeão] é possível de acontecer”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments