Fabrício Werdum comenta doping de Anderson: 'Abalou a imagem do MMA' | SUPER LUTAS

Fabrício Werdum comenta doping de Anderson: ‘Abalou a imagem do MMA’

Campeão interino dos UFC diz ver ‘mancha’ com episódios e relembra declaração de ‘Spider’ pedindo saída de lutadores flagrados: ‘Vamos ver se mantém a palavra’

F. Werdum (foto) encara M. Hunt no dia 15 de novembro. Foto: Josh Hedges/UFC

F. Werdum (foto) comentou de forma franca o doping de Spider. Foto: Josh Hedges/UFC

A recente polêmica de doping envolvendo Anderson Silva ainda repercute no mundo do MMA. Fabrício Werdum, campeão interino dos pesados do UFC, considera que o episódio terá consequências negativas não só ao lutador, mas também ao esporte como um todo, devido à grande representatividade de “Spider” perante o público.

Veja Também

Anderson, que retornou ao UFC após mais de um ano afastado contra Nick Diaz, no mês passado, testou positivo para dois exames: um no dia 9 de janeiro, com anabolizantes, e outro no dia da luta, com anabolizantes e ansiolíticos. O julgamento definitivo de seu caso deverá acontecer no mês que vem, o que possivelmente resultará em uma suspensão, multa e a anulação da vitória contra Diaz.

Com sua maneira sempre sincera de se expressar, Werdum não poupou palavras ao comentar o caso em entrevista ao site do canal “Combate”. “Que manchou, manchou. Todo mudo conhecia o Anderson de uma maneira e, de repente, aconteceu isso. Havia uma expectativa grande, volta após um ano… Deu uma abalada, porque o Anderson é conhecido no mundo todo. Abalou a imagem do esporte também, que demorou muito para ser construída. Atrapalhou um pouco. As pessoas que não entendem muito, que são contra o esporte, falam que o MMA é uma mentira, que os caras se drogam, mas não é todo mundo que toma. Falo por mim, nunca tomei, mas não posso falar pelos outros. Dá para ver pelo meu corpo. Sou um cara grande, mas não sou muito forte, rasgado”, analisou.

Werdum se recordou da antiga declaração dada por Anderson, que afirmou que lutadores flagrados com anabolizantes não deveriam competir. “Muita gente ficou decepcionada com o Anderson, justamente porque ele falou que o cara que usa deveria ser banido do esporte. Vamos ver se ele manterá a palavra.”

Porém, Werdum ponderou que os recentes acontecimentos não anulam os feitos do ex-campeão dentro do octógono. “Tudo que o Anderson fez pelo esporte não pode ser apagado por conta do doping. Ele lutou bastante, foi um guerreiro… Ele foi um dos melhores do mundo, não dá para discutir esse ponto”, encerrou.

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments