UFC 185: Joanna Jedrzejczyk surpreende Carla Esparza e conquista cinturão peso palha feminino

A desafiante polonesa mostrou grande defesa de queda e boa pressão na trocação para tomar o cinturão de Esparza

J. Jedrzejczyk  (dir.) bateu C. Esparza (esq.) para conquistar o cinturão peso palha feminino. Foto: UFC

J. Jedrzejczyk (dir.) bateu C. Esparza (esq.) para conquistar o cinturão peso palha feminino. Foto: UFC

A categoria de peso palha do UFC tem uma nova campeã. A polonesa Joanna Jedrzejczyk fez uma luta quase perfeita para derrotar a até então detentora do cinturão Carla Esparza por nocaute técnico no segundo round. A luta foi a segunda mais importante do UFC 185, evento realizado na madrugada deste domingo (15), em Dallas (EUA).

Veja Também

UFC 185: Larrisa Pacheco perde segunda e irmão de Anthony Pettis também cai
UFC 185 – Anthony Pettis x Rafael dos Anjos – Resultados

A luta

Cotada como favorita nas casas de apostas, Carla Esparza começou a luta fazendo o que se esperava. A norte-americana encurtou a distância em busca da queda. Porém, o que ela não esperava foi uma desafiante com a defesa em dia.

Após quatro defesas de queda bem sucedidas, Joanna Jedrzejczyk começou a soltar seu jogo. Com maior envergadura, ela trabalhou com cruzados no rosto de Esparza que não conseguia se defender. A polonesa andava para frente golpeando, enquanto Carla, visivelmente assustada, recuava.

No segundo round, a história se repetiu. Esparza começou em busca da queda de forma quase desesperada, mas sempre com ações defendidas.

A partir da segunda metade parcial, Joanna voltou a caminhar para frente e conectar os fortes cruzados. Em um destes golpes, Carla caiu e foi castigada com vários socos até o nocaute.

Hendricks vence Brown e deve voltar a lutar pelo cinturão

De volta ao octógono após perder o cinturão dos meio-médios para Robbie Lawler, o norte-americano Johny Hendricks mostrou que merece uma nova chance pelo título. Em uma atuação impecável, ele dominou Matt Brown para levar o triunfo na decisão dos juízes.

Sem se arriscar na perigosa trocação do rival, Hendricks mostrou a superioridade no jogo de quedas. Ele combinou bem os socos na luta em pé para encurtar a distância, colar no clinch e chegar as quedas. Por cima, ele controlou as ações sem riscos para chegar ao triunfo.

Após a vitória, Johny Hendricks pediu uma nova chance pelo cinturão. “Foi uma boa luta…Mas eu quero ser perfeito. Não estou conseguindo acertar os golpes secos. Aquele título é meu. Quem quer que vença aquela luta, vai ter que me enfrentar. Em seis meses vocês verão o melhor de Johny Hendricks”, disse o ex-campeão.

Overeem bate ‘gordinho’ Roy Nelson

Os treinos com Greg Jackson, considerado um dos melhores técnicos do mundo, parecem ter feito bem a Alistair Overeem. O peso pesado holandês parece ter se recuperado de um momento de oscilação na carreira e emplacou sua segunda vitória consecutiva no UFC diante do valente Roy Nelson.

Overeem mostrou boa combinação de golpes para acertar Nelson sem se arriscar com os potentes socos do rival. Com combinações de chutes na média distância, Alistair mostrou um preparo físico ainda não visto no UFC.  Além disso, ele apresentou uma boa resistência aos golpes de Nelson, que chegou a encurtar e aplicar fortes socos na curta distância.

Com uma atuação tranquila, Alistair Overeem chegou a vitória e prometeu que ainda pode brigar pelo cinturão contra Velasquez ou Werdum, que se enfrentam este ano.

“Eu ainda sou um cara novo e posso chegar lá. Contra Velasquez ou Werdum eu poso vencê-los.”

Resultados do UFC 185

CARD PRINCIPAL

Rafael dos Anjos derrotou Anthony Pettis na decisão unânime dos juízes (50×45, 50×45, 50×45)

Joanna Jedrzejczyk derrotou Carla Esparza por nocaute a 4m17s no R2;

Johny Hendricks derrotou Matt Brown na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27);

Alistair Overeem derrotou Roy Nelson na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27);

Henry Cejudo derrotou Chris Cariaso na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27)

CARD PRELIMINAR

Ross Pearson derrotou Sam Stout por nocaute a  no R2;

Elias Theodorou derrotou Roger Narvaez por nocaute a 4m07s técnico no R2;

Beneil Dariush finalizouDaron Cruickshank com um mata-leão a 2m48s do R2;

Jared Rosholt derrotou Josh Copeland por nocaute técnico a 3m12s do R3;

Ryan Benoit derrotou Sergio Pettis por nocaute técnico a 1m34s do R2;

Joseph Duffy derrotou Jake Lindsey por nocaute a 1m47s do R1;

Germaine de Randamie derrotou Larissa Pacheco por nocaute técnico a 2m02s do R2

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments