Adversário de Lyoto detona Anderson Silva por doping: ‘Trapaceiro’

Luke Rockhold não poupou críticas ao Spider, um dos melhores amigos de seu oponente, e disse ser favorável às longas punições para atletas flagrados

L. Rockhold (foto) encara Lyoto no dia 18 de abril. Foto: Josh Hedges/UFC

L. Rockhold (foto) encara Lyoto no dia 18 de abril. Foto: Josh Hedges/UFC

Adversário de Lyoto Machida no dia 18 de abril, na luta principal do UFC on FOX 15, Luke Rockhold pode ter acirrado ainda mais o clima para a luta contra o brasileiro ao tecer duras críticas a um dos melhores amigos do Dragão. Comentando o caso de doping do ex-campeão Anderson Silva, flagrado em exames antidoping antes e depois do UFC 183 pelo uso de esteroides anabolizantes e ansiolíticos, Rockhold não mediu as palavras e foi enfático ao tachar o Spider de “trapaceiro”.

Veja Também

Em tom de despedida, Anderson Silva posta mensagem enigmática e deixa ‘adeus’ no ar
UFC contrata agente que investigou Lance Armstrong para chefiar antidoping
Minotauro enfrenta gigante holandês de 2,13m no UFC 190
Aquecimento UFC Polônia: Assista todos os nocautes da carreira de Mirko Cro Cop

“Não entendo isso. Um trapaceiro é um trapaceiro e ele devia pagar as penalidades, não deveria haver diferença. Todo mundo olha para esse caso de forma diferente porque ele não tem um físico impressionante que nem o Vitor (Belfort) e outros caras que têm muito mais tamanho. Acho que as pessoas simplesmente não querem acreditar porque o admiraram por tanto tempo. Um trapaceiro é um trapaceiro para mim. Todo mundo deveria ser tratado igual. Não deveria importar se é o Anderson Silva ou qualquer outro lutador”, disparou o ex-campeão do extinto Strikeforce, em entrevista ao site do canal norte-americano “FOX Sports”.

Rockhold ainda se posicionou de maneira favorável à nova política de tolerância zero contra o doping anunciada pelo UFC, que pode ter punições que chegam até a quatro anos. “Estou 100% de acordo, estou de acordo com quatro anos. Muita gente acha que eles (os atletas pegos) não deveriam nem voltar. Se você trapaceia neste esporte, você deveria sentir. Tire grande parte da carreira deles, porque isso é luta. Não estamos jogando esportes com bola aqui. Você está entrando aqui com uma arma letal. Estamos lutando e tentando ferir um ao outro. Um ano… dois anos… acho que quatro anos é ótimo”, avaliou.

Luke Rockhold encara Lyoto Machida dia 18 de abril, em Newark (EUA), na luta principal do UFC on FOX 15. Na mesma noite, o brasileiro Ronaldo Jacaré terá pela frente o cubano Yoel Romero. Embora não haja confirmação por parte do Ultimate, é esperado que um dos quatro atletas seja o próximo desafiante ao cinturão dos médios, contra o vencedor de Chris Weidman e Vitor Belfort, que se enfrentam em maio.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments