‘Impaciente’ após cirurgias, Dos Anjos projeta primeira defesa de título para último trimestre

Brasileiro se recupera de lesões no nariz e joelho e garante que somente voltará aos treinamentos quando estiver em 100% de suas condições

Dos Anjos (foto) obteve conquista inédita para o Brasil no UFC. Foto: Divulgação/UFC

Dos Anjos (foto) obteve conquista inédita para o Brasil no UFC. Foto: Divulgação/UFC

Quase dois meses após derrotar Anthony Pettis e conquistar o cinturão dos leves do UFC, Rafael dos Anjos já projeta sua primeira defesa de título. O brasileiro acredita que estará apto a lutar novamente no último semestre do ano, quando prevê que estará em suas totais condições para subir no octógono.

Veja Também

Dos Anjos ficará três meses afastado para corrigir lesões no joelho e nariz
McGregor promete derrotar Aldo e ir atrás de Dos Anjos pelo título dos leves
José Aldo assume liderança de ranking do UFC após suspensão a Jon Jones

Dos Anjos se recupera de cirurgias no nariz e joelho, realizadas pouco depois de sua vitória no UFC 185, em março. Justamente por isso, o novo campeão somente quer voltar aos treinamentos quando estiver 100% fisicamente.

“O médico me disse que eu devo voltar aos treinamentos em três meses. Até agora, 45 dias se passaram desde a lesão, e esse tipo de lesão é meio difícil. Eu ainda sinto meu joelho e não consigo treinar. Eu sou hiperativo e adoro treinar então estou ficando impaciente. Mas eu preciso ser paciente, porque não quero começar meus treinos estando a 80, 90%. Eu quero treinar nos meus 100%, então eu acho que devo estar pronto para lutar no fim de outubro ou começo de novembro”, projetou Dos Anjos, em entrevista ao site norte-americano “MMA Junkie”.

Apesar de expressar sua ansiedade para voltar ao octógono, o campeão dos leves vê pontos positivos em seu período afastado, especialmente após um ano movimentado em 2014. “Eu mal posso esperar para começar a treinar. Eu acabei de fazer uma cirurgia no nariz e ainda sinto alguns sangramentos. Mas estou me recuperando, e ninguém quer voltar aos treinos mais do que eu. Estou ansioso para defender meu título, mas eu lutei várias vezes no ano passado. Foram cinco lutas em 11 meses. Treinei com lesões e passei do ponto. Agora, preciso de uma vida normal, com a minha família”, disse.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments