Weidman espera impressionar com ‘truques mágicos’ para derrotar Belfort

Campeão dos médios diz que aprimorou várias técnicas novas para utilizar no UFC 187, mas alerta para os perigos do desafiante

C. Weidman (foto) respondeu o desafio de Rockhold. Foto: Josh Hedges/UFC

C. Weidman (foto) quer vencer e impressionar contra Belfort. Foto: Josh Hedges/UFC

Prestes a fazer sua terceira defesa de cinturão dos médios no UFC 187, Chris Weidman pretende não só vencer e manter o título, mas também impressionar o mundo. O norte-americano, que se tornou campeão ao desbancar Anderson Silva, afirmou que evoluiu muito seu jogo desde a última vez que subiu no octógono, em julho do ano passado, e que irá provar isso diante de Vitor Belfort.

Veja Também

Weidman coloca foto de Belfort em sua geladeira e traça metas para conquistar vitória
Belfort confia que fará ‘a melhor luta da história dos médios’ diante de Weidman
Prestes a enfrentar Weidman, Belfort garante: ‘Estou no auge das minhas habilidades’

“Minha meta é tentar me separar do restante da categoria e mandar um recado para todo o mundo. Estou pronto para impressionar nessa luta e não quero deixar chegar na decisão. Estou sem lutar há um tempo e venho trabalhando em muitas coisas. Tenho muitas técnicas novas, novos truques mágicos para incrementar meu jogo. Estou empolgado e confortável o suficiente para testá-las no octógono”, comentou Weidman, em conferência de imprensa telefônica para promover o combate.

Contudo, o norte-americano alertou para os perigos trazidos por Belfort, mesmo que o brasileiro não lute há mais tempo, desde novembro de 2013. “Ele é um cara que vem em uma sequência de três vitórias. Ele nunca esteve melhor. Acho que as pessoas estão se esquecendo disso porque ele ficou afastado por um longo tempo. Eu estou preparado para o melhor Vitor que já vimos. Acho que nossa luta é inevitável”, apontou.

A luta entre Chris Weidman e Vitor Belfort será a atração co-principal do UFC 187, em Las Vegas (EUA), no dia 23 de maio. Na maior atração da noite, Anthony Johnson e Daniel Cormier lutam pelo cinturão dos meio-pesados, que atualmente está vago.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments