Após chegar a 140 kg, Mark Hunt planeja perder peso para melhorar seu desempenho

Veterano foi bastante crítico com sua última atuação, a derrota para Stipe Miocic no UFC Nova Zelândia, e prometeu mudanças

Atualmente, Hunt (foto) precisa cortar peso mesmo estando na divisão até 120 kg. Foto: Josh Hedges/UFC

Atualmente, Hunt (foto) precisa cortar peso mesmo estando na divisão até 120 kg. Foto: Josh Hedges/UFC

A categoria de pesos pesados é aquela com maior margem de peso para os atletas, com nada menos do que 23 kg entre os pesos mínimo e máximo. Por isso, é a divisão na qual menos atletas precisam se submeter a cortes de pesos severos. Entre as exceções à condição aparece o neozelandês Mark Hunt, que chega a pesar 140 kg em períodos fora de competição, 20 kg a mais do que o limite estabelecido. Após um resultado ruim em sua última apresentação, com a derrota em casa para Stipe Miocic em maio, Hunt decidiu que é hora de perder peso para melhorar seu desempenho no octógono.

Veja Também

Com dificuldades financeiras, ex-UFC escolhe ser preso para não pagar multa de R$ 500
Cigano lança desafio a Werdum: ‘Se prepare, porque agora é entre nós!’
Werdum assume a sexta posição no ranking peso por peso do UFC após conquista do título
Werdum é o 10º brasileiro campeão linear do UFC e segundo entre os pesados; veja a lista

“Eu joguei fora todo o trabalho de 12 semanas da minha equipe para a luta contra Stipe Miocic. Nunca conseguirei me desculpar o suficiente com eles. Não deveria ter que cortar peso, mas meu peso fora de treinos é de 140kg. Agora estou trabalhando para que meu peso passe a ser entre 110kg e 115kg, para ser competitivo contra os outros lutadores. Minha luta contra Stipe foi péssima. Para falar a verdade, não foi nem uma luta. Passei o tempo fugindo, e não quero nunca mais ter que fazer isso”, disse o veterano de 41 anos, que chegou a disputar o título interino contra Fabrício Werdum no fim do ano passado, em entrevista a “Submission Radio”.

Após o “choque de realidade”, Hunt prometeu mudanças drásticas em sua postura, principalmente porque, segundo ele, o nível de competição no UFC é muito alto para agir de forma relapsa. “Os lutadores do UFC são bons demais para cometer os erros que cometi contra eles. Mesmo assim, eu sentia que tinha chances de vencer Stipe. Pensava que se acertasse dois bons golpes, a luta mudaria. Mas o tempo foi passando e eu não conseguia sequer preparar os golpes. Fui apanhando sem conseguir reagir, e a diferença entre nós só fez aumentar. Sei que não foi uma boa luta para os meus fãs assistirem. Mas, acreditem, aceito enfrentar qualquer um. Só estou esperando o telefone tocar”, assegurou.

Mark Hunt tem um retrospecto profissional de dez vitórias, dez derrotas e um empate. Atualmente, Hunt é o único atleta masculino do UFC a ter um cartel “zerado” (sem saldo positivo de vitórias) na organização. Com passagens de sucesso por eventos como PRIDE e DREAM, o “Super Samoano” é o atual sétimo colocado no ranking oficial de pesos pesados.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments