Flagrado em antidoping, ex-campeão do Bellator recebe suspensão de três anos

Russo Alexander Shlemenko foi flagrado pelo uso de esteroides anabolizantes e com altos níveis de testosterona em exame após sua última luta

A. Shlemenko (foto) foi campeão do Bellator entre 2013 e 2014. Foto: Divulgação

A. Shlemenko (foto) foi campeão do Bellator entre 2013 e 2014. Foto: Divulgação

Veja Também

McGregor surpreende e evita polêmica ao comentar lesão de Aldo
Técnico de José Aldo: Se a fratura for confirmada, ele não volta antes de outubro
Dana White adota tom enigmático e dá a entender que luta de José Aldo não será cancelada
José Aldo sofre fratura na costela e deve adiar luta contra Conor McGregor

Flagrado no antidoping após sua vitória sobre Melvin Manhoef, em fevereiro, o ex-campeão do Bellator Alexander Shlemenko foi a julgamento na Comissão Atlética da Califórnia e recebeu uma punição severa.

Além de ver seu triunfo sobre Manhoef ser revertido em um No Contest, Shlemenko recebeu uma multa de US$ 10 mil (R$ 30,7 mil, pela cotação atual) e foi suspenso pelo órgão regulamentador por três anos.

No exame pós-luta, divulgado em março, o russo apresentou níveis elevados de testosterona, em uma incrível proporção testosterona/epitestosterona de 50/1 (enquanto o máximo permitido pela regulamentação do estado da Califórnia é 4/1), e testou positivo para esteroides anabolizantes.

Apesar dos fatos, Shlemenko nega o uso de substâncias ilegais e vai recorrer da decisão – baseado no fato de que, segundo sua defesa, não houve uma segunda amostra coletada no momento do teste.

Aos 31 anos, Alexander Shlemenko tem um cartel profissional de 51 vitórias, nove derrotas e uma luta sem resultado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments