Romero nocauteia Lyoto e frustra festa brasileira na Florida

Depois dos brasileiros venceram cinco lutas no UFC FIght Night 70, Lyoto poderia fechar a noite com 100% de vitórias para o país, mas acabou nocauteado

Y. Romero comemora vitória contra Lyoto no UFC FN 70

Y. Romero comemora vitória contra Lyoto no UFC FN 70

O clima era de festa brasileira, mas o cubano Yoel Romero deu um banho de água fria na torcida tupiniquim e nocauteou Lyoto Machida na luta principal do UFC Fight Night 70, evento realizado na noite deste sábado (28), na Florida. Depois dos atletas do país emplacarem cinco triunfos em cinco apresentações no show, Machida fazia uma luta tática em busca da reabilitação no octógono, mas acabou surpreendido e nocauteado do terceiro round.

Veja Também

UFC Fight Night 70: Cowboy e Buscapé abrem evento com vitórias para o Brasil
Após lesão de Aldo, McGregor passa a ser favorito para o UFC 189 nas casas de apostas
Ex-BBB Franciele Almeida será ring girl do Jungle Fight 79; confira o ensaio

A luta

O combate entre Lyoto Machida, quarto no ranking dos médios, e Yoel Romero, sexto na classificação, começou com muito estudo. O brasileiro controlava a distância e trabalhava com chutes na linha de cintura, sem grande efetividade. Por sua vez, o cubano tinha muita dificuldade para encontrar o rival no octógono e parecia, em alguns momentos, perdido.

A partir do segundo assalto, porém, o cubano começou a achar a distância. Machida já tinha dificuldades para se movimentar e acertar sem ser golpeado. Romero trabalhou com velocidade em socos curtos e apesar de não ter contundência, somava pontos.

Nos instantes finais do round dois, Yoel teve um momento plástico. Ele andou sobre as grades do cage, assim como Anthony Pettis havia feito no extinto WEC, e tentou um soco voador. Apesar do golpe não ter acertado, ele encurtou a distância para chegar ao brasileiro. Na sequência ele tentou a queda, mas o gongo soou.

No terceiro round, no entanto, o cubano chegou a vitória. Logo no primeiro minuto da parcial, Romero encurtou a distância com um soco e conseguiu a queda. Com uma velocidade impressionante, ele soltou várias cotoveladas em Lyoto que não conseguia se defender. Com o brasileiro abalado, o árbitro decretou o nocaute técnico a 1m37s do assalto.

Depois da grande vitória, o cubano mostrou respeito ao Dragão: “”Tenho muito respeito ao Lyoto. Queria fazer essa luta com ele porque sei que ele é uma lenda, ele é muito duro”, disse

‘Argentino Gente Boa’ sofre nocaute brutal

O argentino Santiago Ponzinibbio e o norte-americano Lorenz Larkin proporcionaram uma batalha intensa na Flórida. Os lutadores fizeram uma luta aberta, com troca franca de golpes e levantaram a torcida presente no Hard Rock Cassino.

Larkin começou melhor a disputa na trocação, conectando sempre os primeiros rounds, mas Santiago respondia a cada investida. O argentino ainda tentou em dois momentos levar a peleja para o solo, mas sem sucesso.

No segundo round, Ponzinibbio vinha se recuperando na luta. Ele colocou Lorenz contra as grades em vários momentos e acertou bons socos no rival. Porém, uma combinação de cruzado de esquerda e direto de direita levaram o argentino ao solo. Sem perder tempo, ele encaixou mais vários socos por cima até o árbitro Herb Dean encerrar a luta por nocaute técnico.

Cara de Sapato finaliza em duelo de ‘campeões do TUF’

Cara de Sapato finaliza E. Gordon

Sapato finaliza E. Gordon

A estreia de Antônio Cara de Sapato no peso médio foi melhor que o esperado. Campeão do TUF Brasil 3, entre os pesos pesos pesados, o brasileiro desceu duas categorias e venceu o duelo de ‘campeões’ do reality show contra Eddie Gordon, que faturou a edição de número 19 do TUF nos Estados Unidos.

O paraibano começou a luta de forma inteligente. Conectou bons golpes em pé, pressionou o rival no clinch até colocar para baixo no minuto final. Nos últimos segundos da parcial, Cara de Sapato soltou várias cotoveladas e abriu vantagem.

No segundo assalto, o duelo perdeu em movimentação e ficou mais estudado. Mesmo assim, o brasileiro mostrou boa movimentação e conectou alguns jabs e derrubou nos instantes finais, novamente, terminando a parcial por cima.

Com a vantagem aberta nos primeiros rounds, Antônio Cara de Sapato encerrou a disputa. Depois de levar o duelo para o solo, ele avançou as posições e chegou as costas. Eddie Gordon ainda se defendeu em vários momentos, mas faltando 23 segundos para o fim, o brasileiro encaixou o mata-leão e forçou os três tapinhas.

Thiago Marreta atropela em apenas 27 seg.

Thiago Marreta nocaute

Avassalador! Assim pode se resumir a atuação de Thiago Marreta no UFC Fight Night 70. O brasileiro precisou de apenas 27 segundos para acertar um chute alto, na cabeça de Steve Bossé e chegar ao nocaute de forma fulminante.

Assim que o duelo começou, Marreta aplicou um chute na coxa do rival. O golpe abriu o espaço em cima e Thiago soltou o golpe alto. Com um chute de esquerda ele conectou a cabeça do canadense, que já caiu nocauteado.

Resultados do UFC Fight Night 70:

CARD PRINCIPAL

Yoel Romero derrotou Lyoto Machida por nocaute a 1m38s do R3
Lorenz Larkin derrotou Santiago Ponzinibbio por nocaute técnico a 3m07s do R2;
Antônio Cara de Sapato finalizou Eddie Gordon com um mata-leão a 4m37s do R3;
Thiago Marreta derrotou Steve Bossé por nocaute a 27seg. do R1;
 Hacran Dias x Levan Makashvili na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

CARD PRELIMINAR

Alex Cowboy derrotou Joe Merritt na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27);
Leandro Buscapé derrotou Lewis Gonzalez (30×27, 30×27, 29×27);
Tony Sims derrotou Steve Montgomery por nocaute técnico a 2m34s do R1;
Sirwan Kakai derrotou Danny Martinez na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×27)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments