Weidman comemora aniversário de dois anos de nocaute sobre Anderson com foto: ‘Indescritível’

No dia 6 de julho de 2013, norte-americano chocava o mundo ao nocautear Anderson Silva e tomar-lhe o cinturão dos médios

C. Weidman (foto) é o médios do UFC desde 2013. Foto: Josh Hedges

C. Weidman (foto) é o médios do UFC desde 2013. Foto: Josh Hedges

A luta principal do UFC 162, evento disputado em Las Vegas (EUA), acabou entrando para a história do MMA. No dia 6 de julho de 2013, Chris Weidman deixava o mundo de queixo caído ao nocautear Anderson Silva, quebrando a invencibilidade do brasileiro no UFC e se tornando o mais novo campeão dos médios da maior organização do planeta.

Veja Também

Weidman brinca ao listar qualidades de Rockhold: ‘Ele é bonitão. De resto, é ruim em tudo’
Belfort admite erros em derrota, mas garante: ‘Quero lutar de novo contra o Weidman’
‘Terror dos brasileiros’, Weidman brinca: ‘Provavelmente eu venceria até o Pelé no futebol’

A data não passou batida pelo dono do cinturão da categoria, que postou uma foto em seu Instagram comemorando a ocasião. “Hoje faz dois anos que eu fiz o que disse que faria. Nocauteei Anderson Silva e levei o ouro para casa pela primeira vez. A sensação foi indescritível”, escreveu o lutador norte-americano.

Dois anos depois da luta, Chris Weidman segue como o campeão dos médios do Ultimate, tendo defendido seu cinturão por três vezes: batendo novamente Anderson Silva em dezembro de 2013, com a fatídica fratura na perna do brasileiro, além de superar Lyoto Machida em julho de 2014 e Vitor Belfort em maio deste ano. Seu próximo adversário será Luke Rockhold, em data a ser definida.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments