Dan Henderson ignora aposentadoria e pede por revanches contra Anderson e Belfort

Experiente norte-americano, de 44 anos, ostenta a posição de ser o atleta mais velho do Ultimate em atividade

Hendo vem de vitória sobre T. Boetsch na luta principal do UFC FN 68. Foto: Divulgação

Hendo vem de vitória sobre T. Boetsch na luta principal do UFC FN 68. Foto: Divulgação

Atleta mais velho do UFC em atividade, aos 44 anos, Dan Henderson não quer nem saber de pensar em aposentadoria. Pelo contrário: o veterano tem como objetivo fazer futuramente três revanches contra lutadores que já o venceram, incluindo dois lendários brasileiros.

Veja Também

‘Velhinho’, Hendo atropela Boetsch em apenas 28 segundos no UFC Fight Night 68
Com moral após nocaute, ‘vovô’ Dan Henderson recebe desafio de ex-militar do UFC

“Há provavelmente dois ou três caras na divisão dos médios que acredito que os fãs gostariam de me ver enfrentar. Revanches com Anderson Silva e Vitor Belfort, além de Gegard Mousasi, porque na verdade eu nem tive chance de lutar com ele da primeira vez”, revelou o norte-americano, em entrevista ao canal do YouTube “MMA OdsBreaker”.

Henderson enfrentou Anderson em março de 2008, mas acabou sendo finalizado pelo brasileiro no segundo round depois de levar a melhor no primeiro. Contra Belfort, mediu forças duas vezes: venceu no PRIDE, em 2006, mas acabou sofrendo o primeiro nocaute de sua carreira na revanche, em novembro de 2013, já pelo UFC. Por fim, Henderson foi derrotado por Mousasi em janeiro deste ano, em um nocaute técnico que o próprio norte-americano contestou bastante.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments