Mendes defende Aldo de críticas após lesão na costela: ‘Está fora do nosso controle’

Norte-americano, que substituirá brasileiro contra McGregor, afirmou que algumas lesões durante os treinamentos são inevitáveis

Mendes (foto) já foi derrotado por duas vezes por Aldo. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Mendes (foto) já foi derrotado por duas vezes por Aldo. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

O UFC 189, que será realizado neste sábado (11), originalmente contaria com uma das lutas mais aguardadas dos últimos tempos, entre José Aldo e Conor McGregor pelo cinturão dos penas da organização. Contudo, como todos sabem, o brasileiro se contundiu e não poderá participar do combate, sendo substituído por Chad Mendes – que fará diante do irlandês a disputa pelo título interino.

Veja Também

UFC compreende saída de Aldo de luta contra McGregor: ‘Sua saúde vem em primeiro lugar’
McGregor se estranha com Mendes em coletiva do UFC 189 e provoca: ‘Está prestes a morrer’
Vídeo: Melhores momentos dos treinos abertos do UFC 189, ‘dominados’ por McGregor

Esta não foi a primeira vez em que Aldo deixou um combate importante do UFC por lesão (veja na galeria abaixo). No entanto, Mendes, que já enfrentou o brasileiro por duas vezes, partiu em defesa do rival, e afirmou que alguns tipos de acidente durante os treinamentos não podem ser evitados.

“O ruim é que Aldo se machuca bastante. É algo recorrente, então muita gente já começa a ficar irritada. Mas é o que eu digo: lesões estão fora do nosso controle. Nós treinamos, tentamos tomar o maior cuidado possível, mas é preciso perceber que se trata de MMA, um esporte em que nós castigamos o nosso corpo diariamente. Tentamos tomar toda a precaução, usando o equipamento correto, mas não conseguimos controlar várias coisas”, argumentou o norte-americano, em entrevista coletiva reproduzida pelo site norte-americano “MMA Fighting”.

Curiosamente, Mendes já foi “vítima” de uma lesão de Aldo. No ano passado, os dois estavam escalados para se enfrentar em agosto, no UFC 176, que seria realizado em Los Angeles (EUA). Aldo se machucou pouco antes, o que fez com que o evento inteiro fosse cancelado. A luta foi remarcada para outubro, no Rio de Janeiro, que teve vitória de Aldo após cinco rounds eletrizantes, na decisão dos juízes.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments