UFC Fight Night 71: Yahya e ‘Bate-Estaca’ vencem no card preliminar em San Diego

Brasileira tem performance dominante, apesar de susto no fim; Marajó e Araújo lutam mal e acabam derrotados

J. Andrade (foto) enfrentará compatriota em Brasília. Foto: Josh Hedges/UFC

J. Andrade (foto) venceu em card preliminar do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

Veja Também

UFC Fight Night 71 – Frank Mir x Todd Duffee – Resultados
Pesagem do UFC FN 71 tem ‘selinho’ entre lutadores em encarada
Para Frank Mir, McGregor ainda está longe de superar popularidade de Brock Lesnar

Os lutadores brasileiros saíram com saldo neutro do card preliminar do UFC Fight Night 71, evento realizado na noite desta quarta-feira (15) em San Diego, no estado norte-americano da Califórnia. Ildemar Marajó e Igor Araújo saíram do octógono derrotados, mas a redenção veio pouco depois, com as vitórias de Rani Yahya e Jéssica “Bate-Estaca” Andrade.

Na segunda luta da noite, Marajó teve atuação bastante apática e acabou superado por Kevin Casey; já Araújo sofreu grande castigo e foi dominado por Sean Strickland. Yahya cansou, mas bateu Masanori Kanehara em combate morno, na decisão dos juízes. Por fim, Andrade frustrou o jogo da canadense Sarah Moras e, com susto no fim à parte, teve atuação dominante.

O card preliminar do UFC FN 71 também teve as vitórias de Lyman Good sobre Andrew Craig e de Sam Sicilia sobre Yaotzin Meza.

Confira como foram as lutas:

Marajó luta mal e volta a perder

O primeiro brasileiro a subir no octógono em San Diego não teve boa atuação. Mesmo contando com o suporte do renomado treinador Greg Jackson (mentor de Jon Jones) em seu córner, Ildemar Marajó teve atuação apática e não foi ameaça para Kevin Casey, que venceu em uma morna decisão dos juízes.

Pouca coisa de realmente relevante aconteceu nos três rounds de disputa. Marajó tentava golpes tímidos, mas o norte-americano caminhava para frente na maioria do tempo, conectando alguns bons golpes com a mão. Além disso, Casey fez a diferença ao conseguir quedas em momentos cruciais, embora pouco tenha conseguido fazer quando ficou por cima.

Após 15 minutos de (pouca) ação, Casey foi nomeado vencedor na decisão unânime, com três 30-27. O norte-americano volta com vitória após mais de um ano suspenso por doping, enquanto que Marajó sofre sua terceira derrota nas últimas cinco lutas.

Araújo sobrevive a castigo, mas é derrotado

Araújo (dir) não foi páreo para Strickland (dir). Foto: Divulgação

Araújo (dir) não foi páreo para Strickland (dir). Foto: Divulgação

A noite na Califórnia também não foi generosa para Igor Araújo, que foi amplamente dominado por Sean Strickland e sofreu sua segunda derrota consecutiva no Ultimate.

O primeiro round fez parecer que o combate não duraria muito. Strickland encurralou o brasileiro na grade em pé e desferiu diversos golpes, incluindo cotoveladas, cruzados e uppers. Araújo dobrou o joelho várias vezes e chegou a cair, mas o norte-americano, apesar da agressividade, não finalizou a luta.

Nos dois assaltos seguintes, Strickland dominou praticamente todas as ações, embora não tenha tido a mesma efetividade do início. O brasileiro até tentava reagir, mas se utilizava de golpes desajeitados, especialmente “mata-cobras” ao vento.

No fim, Strickland venceu na decisão unânime dos juízes, com dois 30-27 e um 30-26. Ele volta a vencer após derrota para Santiago Ponzinibbio em Porto Alegre; já Araújo amarga seu segundo revés seguido no octógono.

Yahya derrota japonês em luta morna

Yahya (dir) venceu combate morno contra Kanehara (esq). Foto: Divulgação

Yahya (dir) venceu combate morno contra Kanehara (esq). Foto: Divulgação

O primeiro brasileiro a vencer no UFC Fight Night 71 foi Rani Yahya, que derrotou Masanori Kanehara na decisão dos juízes. Entretanto, o combate não agradou à torcida presente no ginásio, que vaiou logo após o anúncio do resultado.

Yahya deixou claro desde o início sua intenção de levar a luta ao solo. No primeiro round isso aconteceu, embora o brasileiro não tenha conseguido estabilizar sua posição. Depois disso, Kanehara marcou mais as tentativas de queda de Rani, o que fez com que a luta ficasse mais travada – já que o brasileiro até engatava a posição de queda, mas não conseguia concluir.

Mesmo bastante cansado, Yahya seguia caminhando para frente, embora o japonês tenha feito, em alguns momentos, bom uso de sua maior envergadura. No entanto, nenhum lutador mostrou superioridade clara nos 15 minutos de disputa, o que resultou em uma decisão dos juízes apertada, em favor do brasileiro de forma dividida.

Esta foi a segunda vitória seguida do brasileiro, que havia batido Johnny Bedford em Brasília, em setembro do ano passado. Kanehara, por sua vez, perde após estrear com vitória no UFC no Japão, quando bateu Alex Caceres.

Jéssica frustra rival, passa susto, mas vence

Jéssica (dir) castigou Moras (esq) no evento. Foto: Divulgação

Jéssica (dir) castigou Moras (esq) no evento. Foto: Divulgação

Jéssica “Bate-Estaca” Andrade deu um passo importante rumo ao topo da divisão galo feminina ao vencer, de forma dominante, Sarah Moras no penúltimo combate do card preliminar. A brasileira frustrou o jogo da canadense, defendendo bem as tentativas de queda e aplicando um castigo quando caía por cima.

Moras tinha o plano de quedar a paranaense, mas em nenhum momento chegou perto de concretizar suas intenções. Pelo contrário: era Jéssica que conseguia cair por cima. A brasileira dominava o combate com folga na pontuação, mas por pouco não viu tudo ir por água abaixo nos instantes finais. Jéssica cometeu um vacilo e viu Moras tomar suas costas, o que quase culminou em um mata-leão. O golpe parecia justo, mas a brasileira gesticulava e insistia que estava bem.

Assim, Andrade se recupera da derrota sofrida em seu último combate, chegando a 4-2 dentro do octógono. Moras, por sua vez, sofre sua primeira derrota em duas lutas no UFC.

Resultados do card preliminar do UFC FN 71:

Sam Sicilia derrotou Yaotzin Meza na decisão unânime dos juízes

Jéssica Andrade derrotou Sarah Moras na decisão unânime dos juízes

Rani Yahya derrotou Masanori Kanehara na decisão dividida dos juízes

Sean Strickland derrotou Igor Araújo na decisão unânime dos juízes

Kevin Casey derrotou Ildemar Marajó na decisão unânime dos juízes

Lyman Good derrotou Andrew Craig por nocaute técnico no R2

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário