Técnico reconhece: ‘Não tem desculpa, Dillashaw foi melhor que o Barão’

Dedé Pederneiras disse que o ex-campeão está chateado, mas garantiu que ele dará a volta por cima

Dede Pederneiras garante que Barão voltará mais forte. Foto: Academia Nova União

Dede Pederneiras comentou novo revés de Barão para TJ. Foto: Nova União

Na primeira vez em que TJ Dillashaw bateu Renan Barão, em maio do ano passado, ainda houve quem questionasse o triunfo do norte-americano, e isso foi inclusive um dos fatores que motivou a realização da revanche entre eles. Entretanto, no último sábado (25), no UFC on FOX 16, após a segunda atuação dominante do campeão finalizada com um nocaute sobre Barão, nenhuma dúvida ficou pra trás, conforme reconheceu até mesmo o técnico do potiguar e líder da Nova União Dedé Pederneiras.

Veja Também

Hangout SUPER LUTAS analisa derrota de Barão e faz prévia do UFC 190. Ao vivo!
Assista os melhores momentos da luta entre TJ Dillashaw x Renan Barão
Após nova derrota para Dillashaw, Dana White sugere que Barão suba de divisão
Dillashaw acerta 115 golpes em Barão e estabelece novo recorde no UFC

“A gente não tem que dar desculpa. Da outra vez, a gente achou que aquele golpe que entrou no primeiro round fez a diferença, o que a gente continua achando, mas hoje o TJ realmente mostrou que veio muito bem preparado e foi melhor que o Barão. No início do round, a ideia era fazer com que o TJ se desgastasse no clinch, evitando um pouco a trocação no início, e chutar bastante as pernas dele para que diminuísse o ritmo de luta, e foi o que aconteceu. O TJ deu uma diminuída e jogou mais parado dessa vez, só que o Barão começou a cansar e acabou não recuperando nos intervalos de um round para o outro”, disse Dedé, em entrevista ao site do canal “Combate”.

Segundo o treinador, Barão está bastante abalado após o novo revés, mas dará a volta por cima e reencontrará o caminho das vitórias na maior organização de MMA do planeta. “O Barão está bem chateado, o que é normal. A gente não quer pensar em nada agora, até porque está muito recente para tomar qualquer tipo de decisão, mas o Barão vai voltar e vai voltar por cima, com certeza. Ele vai voltar a vencer”, garantiu.

Aos 28 anos, Renan Barão tem um cartel profissional de 33 vitórias, 3 derrotas e uma luta sem resultado. Após passar mais de nove anos invicto e conquistar o cinturão dos pesos galos do UFC, Barão foi derrotado duas vezes por TJ Dillashaw em pouco mais de 14 meses.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments