Após demissão polêmica, Dana detona cutman do UFC: ‘Nunca fomos amigos’

Dirigente rebateu críticas de Jacob Stitch e deixou claro que relação entre eles nunca foi boa ao longo dos últimos anos

Dana (foto) quebrou o silência e falou sobre demissão de Stitch. Foto: Divulgação

Dana (foto) quebrou o silência e falou sobre demissão de Stitch. Foto: Divulgação

Na última semana, a demissão do cutman (funcionário responsável por tratar dos cortes e machucados dos atletas no octógono) Jacob Stitch deu o que falar. A dispensa de Stitch veio poucas horas depois de uma declaração polêmica sua criticando o novo contrato entre o UFC e a Reebok, e os impactos que tal acordo tinha nos seus vencimentos e de seus colegas de trabalho. Abstendo-se de comentar o episódio até então, o presidente Dana White finalmente quebrou no silêncio no último fim de semana e rasgou o verbo contra Stitch.

Veja Também

Assista os melhores momentos da luta entre TJ Dillashaw x Renan Barão
Técnico reconhece: ‘Não tem desculpa, Dillashaw foi melhor que o Barão’
Novo uniforme do UFC deixa lutadora com seios à mostra
Após nova derrota para Dillashaw, Dana White sugere que Barão suba de divisão
Ex-UFC é preso por violência doméstica, porte ilegal de arma e vandalismo

“Ele não vai voltar. O mais maluco é que nós temos 10 funcionários que trabalham como cutman aqui. Lorenzo e eu decidimos que iríamos contratar esses profissionais quando nós compramos o UFC e o Stitch precisa aprender o que significa a palavra amigo. Stitch e eu nunca fomos amigos, nós éramos colegas de trabalho, trabalhamos juntos no mundo do boxe e, quando decidimos contratar esses profissionais, ele foi um dos caras que eu trouxe para o UFC. Amigos são pessoas para quem você liga, com quem sai e fala com eles o tempo todo. Don House é cutman no UFC e nós somos muito próximos, mas o Stitch nunca foi meu amigo. Ele disse que eu deveria ter ligado para ele, mas eu nunca lido com cutman, nós temos um departamento que cuida deles. Nós não éramos amigos, não somos e ele não deveria esperar uma ligação minha. E, se ele fosse meu amigo, por que não me ligou? Nós não éramos assim tão bons amigos?”, disparou o dirigente, em entrevista ao canal norte-americano “FOX Sports”.

Após sua demissão pelo UFC, Stitch comento o ocorrido brevemente nas redes sociais. “O UFC me deixou porque eu falei sobre o acordo com a Reebok. Agora é procurar por um novo emprego”, publicou. Empregado da maior organização de MMA do planeta por muitos anos, o cutman já recebeu propostas de outros eventos, como o World Series of Fighting, que o convidou para participar de seu card no próximo sábado (1), que será encabeçado pela luta entre Rousimar Toquinho e Jake Shields

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments