Bethe Correia avalia derrota fulminante: ‘A mão entrou e foi mérito dela’

Brasileira, nocauteada no UFC 190, afirmou que estava esperando a hora certa de atacar e garantiu que dará a volta por cima

Bethe deixa o octógono desolada após derrota para Rousey. Foto: Inovafoto

Bethe deixa o octógono desolada após derrota para Rousey. Foto: Inovafoto

Bethe Correia teve poucas explicações depois da luta principal do UFC 190, evento concluído na madrugada deste domingo (2) no Rio de Janeiro. A brasileira, que sofreu um duro nocaute para Ronda Rousey em apenas 34s, reconheceu a superioridade da campeã, mas garantiu que irá dar a volta por cima.

Veja Também

Avassaladora, Ronda Rousey massacra Bethe Correia em menos de um minuto
Shogun vira pra cima de Minotouro e vence revanche no UFC 190
Minotauro volta a lutar mal e é derrotado por Struve no card principal do UFC 190

“Eu comecei a luta bem. Entrei na trocação franca, mas tive o azar de a mão dela entrar. Acontece. A mão dela entrou e foi mérito dela. Mas é isso, vou dar a volta por cima e quero ser a campeã”, disse a desafiante, em entrevista ao canal por assinatura “SporTV”.

Apesar de a luta ter se desenrolado de maneira frenética, Bethe afirmou que sua estratégia era esperar o momento correto para partir para cima. “Eu estava procurando a hora certa de colocar a mão. Defendi bem as quedas dela, mas teve aquele momento em que a mão dela entrou mais rápido e a vitória dela aconteceu. Treinei bastante para essa luta. Só Deus sabe o que eu fiz por essa luta. Queria demais lutar com a Ronda, no Brasil, e consegui. Não foi o resultado que eu queria, mas vou lutar com ela de novo um dia. Quero ser a campeã e vou dar a volta por cima”, completou a lutadora.

Com o resultado, Bethe sofreu sua primeira derrota no MMA profissional, interrompendo uma sequência de nove vitórias. Já Rousey chega à incrível sequência de três vitórias consecutivas em menos de um minuto, já que havia derrotado Alexis Davis em 16s e Cat Zingano em 14s.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments