Bethe Pitbull despenca no ranking oficial do UFC após derrota para Ronda

Desafiante caiu três posições e perdeu até o posto de brasileira mais bem colocada na listagem da categoria peso galo feminina

Bethe (foto) sofreu a primeira derrota de sua carreira no UFC 190. Foto: Mike Roach/UFC

Bethe (foto) sofreu a primeira derrota de sua carreira no UFC 190. Foto: Mike Roach/UFC

A derrota arrasadora para Ronda Rousey na luta principal do UFC 190 custou mais do que somente a invencibilidade e a chance de se tornar campeã à brasileira Bethe Pitbull. Após o revés no último sábado (01), Bethe despencou no ranking oficial do Ultimate e agora já não é mais sequer a lutadora do Brasil mais bem posicionada na relação.

Veja Também

Algoz de Feijão fica irreconhecível dois dias após combate do UFC 190
Dramas pessoais e sucesso meteórico nas lutas: conheça a trajetória de Ronda Rousey
Vitória de Ronda sobre Bethe é a sexta mais rápida em lutas por cinturão no UFC
Ronda veste a camisa e assiste empate do Flamengo no Maracanã

Anteriormente na quinta posição da categoria peso galo feminina, Bethe caiu para o oitavo lugar, sendo superada por Sarah Kaufman, Jessica Eye e a compatriota Amanda Nunes, que subiu para a sétima posição.

Outro atleta brasileiro derrotado no Rio a perder diversas colocações no ranking foi Rafael Feijão. O ex-campeão do Strikeforce foi derrotado por Pat Cummins no card preliminar e acabou trocando de posição com o algoz. Anteriormente o décimo, Feijão caiu para o décimo quarto lugar e viu Cummins ganhar quatro posições, chegando pela primeira vez ao top-10 da categoria peso meio-pesado.

Mas nem tudo foi motivo de lamentação para os lutadores do Brasil na mais recente atualização do ranking oficial. Antônio Pezão, que bateu Soa Palelei no UFC 190, ganhou uma posição nos pesos pesados e pulou para a décima primeira colocação. Já Edson Barboza, mesmo sem atuar no último fim de semana, ganhou o sexto lugar dos leves do ex-campeão Ben Henderson.

Outro lutador que não precisou sequer pisar no octógono para ser votado e melhorar sua colocação na relação oficial de atletas foi o peso galo Thominhas Almeida. Invicto como profissional, a jovem promessa brasileira chegou ao grupo dos dez melhores lutadores da divisão até 61,2 kg, deixando para trás o ex-desafiante Eddie Wineland.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments