Cyborg volta a pedir ao UFC por luta com Ronda: ‘Façam isso pelos fãs’

Brasileira novamente se mostrou incomodada com acusações da norte-americana sobre doping: ‘Ela não pode provar’

Cyborg (foto) é a campeã peso pena do Invicta FC. Foto: Divulgação/Invicta

Cyborg (foto) é a campeã peso pena do Invicta FC. Foto: Divulgação/Invicta

A vitória arrasadora de Ronda Rousey sobre Bethe Correia no UFC 190 voltou acender as discussões sobre um possível combate entre a norte-americana e a brasileira Cris Cyborg. A campeã peso pena do Invicta FC voltou a pedir para que o UFC tentasse realizar a luta, já que, segundo ela, os fãs seriam os grandes beneficiados.

Veja Também

Avassaladora, Ronda Rousey massacra Bethe Correia em menos de um minuto
‘Cyborg poderia bater o peso se não usasse esteroides’, dispara Ronda Rousey
Vitória de Ronda sobre Bethe é a sexta mais rápida em lutas por cinturão no UFC

“Essa luta precisa acontecer. Se o UFC pensa que eu não mereço a luta, não a façam por mim. Façam para os fãs”, pediu a brasileira, em entrevista à emissora de televisão norte-americana “ESPN”.

O grande empecilho para a realização da luta é a questão do peso. Cyborg normalmente atua com 66 kg, enquanto que Ronda bate 61 kg. A brasileira pede para que o combate seja realizado em um peso casado, 63 kg, mas Rousey discorda: para ela, Cyborg tem totais condições de descer de peso, mas teria que, segundo suas palavras, parar de tomar substâncias proibidas.

Cyborg mais uma vez se mostrou incomodada com as acusações de Rousey. “Ela não pode dizer nada sobre o meu doping. Aquilo aconteceu em 2011. Eu já passei por seis testes, os mesmos testes que ela faz porque estamos na mesma organização agora. Eu não acho correto que ela diga algo que não pode provar”, completou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments