Dirigente garante: ‘Anderson Silva teve sorte por pegar gancho só de um ano’

Bob Bennett lembrou que regulamento da entidade se tornará mais severo a partir de setembro e defendeu pena máxima para

Anderson (dir.) durante a audiência na Comissão Atlética. Foto: Reprodução

Anderson (dir.) durante a audiência na Comissão Atlética. Foto: Reprodução

Mais de seis meses após ser flagrado em dois exames antidoping pelo uso de esteroides anabolizantes e ansiolíticos, Anderson Silva finalmente foi a julgamento nesta quinta-feira (13) e, em decisão unânime da Comissão Atlética de Nevada (NSAC), foi suspenso com a pena máxima, de um ano. Na opinião do diretor do órgão regulador Bob Bennett, no entanto, a punição acabou saindo barata para Anderson, que, segundo ele, poderia ter pego um gancho ainda maior caso fosse julgado pela nova legislação da entidade.

Veja Também

Anderson Silva recebe um ano de suspensão por caso de doping no UFC
Em nota oficial, UFC diz que aguarda retorno de Anderson Silva em 2016
Imagens fortes: Raphael Assunção exibe resultado de cirurgia no tornozelo
Weidman x Rockhold será a luta co-principal do UFC 194
Dos Anjos defende cinturão dos leves contra Cerrone em dezembro

“Ele teve sorte que nós ainda não implementamos as novas multas e punições, ou isso poderia acabar com o seu futuro profissional”, disse o dirigente, em entrevista ao site do canal “Combate”. “Ficou meio óbvio que foi um desafio para o Anderson preencher o questionário pré-luta. Para ser mais sincero e franco, o questionário era falso, ele não o respondeu corretamente, o seu depoimento foi inconsistente.(…) Anderson teve muitas explicações não satisfatórias, foram respostas inconsistentes, inapropriadas, ele não estava familiarizado com datas e horários e, depois, do nada, se lembrava desses detalhes. Portanto, o chairman e os comissários acharam que seria apropriado multá-lo e puni-lo com a pena mais alta existente”, completou.

O novo regulamento da NSAC, que entra em vigência no dia 1º de setembro, prevê o aumento das penas mínimas para atletas flagrados no antidoping, bem como o aumento da fatia dos vencimentos dos lutadores correspondente à multa. Vale ressaltar que, mesmo que o julgamento de Anderson fosse realizado após a data do novo regulamento, ele seria julgado pela antiga norma, já que esta era vigente no momento em que ele foi flagrado.

Apesar do tom bastante crítico a Anderson, entretanto, Bob Bennett fez coro ao comunicado oficial divulgado pelo UFC e demonstrou respeito ao histórico do Spider no MMA. “u também gostaria de reconhecer o Anderson pela carreira fenomenal que ele teve até aqui, e que ainda terá, porque ela não acabou. Ele é um dos antigos grandes lutadores no MMA e tem muito crédito por tudo o que conquistou. O que vocês viram aqui hoje foi o resultado do comportamento dele nesses testes dentro e fora de competição, mas nós não queremos diminuir ou desmerecer as conquistas tão significantes que o Sr Silva alcançou ao longo dos anos”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments