Lyoto confirma permanência no peso médio e mira: ‘Quero ser campeão’

Vindo de duas derrotas consecutivas, brasileiro de 37 anos afirma que ainda deverá seguir lutando por mais ‘três ou quatro anos’

Lyoto (foto) vem de duas derrotas consecutivas, para L. Rockhold e Y. Romero. Foto: Josh Hedges/UFC

Lyoto (foto) vem de duas derrotas consecutivas, para L. Rockhold e Y. Romero. Foto: Josh Hedges/UFC

Mesmo passando por momento complicado no UFC, Lyoto Machida acredita que ainda possui um longo futuro pela frente na maior organização de MMA do planeta, inclusive com chances de disputar novamente o cinturão.

Veja Também

Rockhold ironiza Anderson, Belfort e Lyoto para provocar Weidman
Rockhold garante que Weidman não suportará seu ritmo: ‘Sei que vou quebrá-lo’
Lyoto passa por cirurgia no nariz após nocaute para Romero

O brasileiro vem de duas vitórias seguidas no octógono, para Luke Rockhold, em abril, e Yoel Romero, em junho. Apesar do retrospecto recente negativo, o ex-campeão dos meio-pesados afirmou que seguirá competindo no peso médio e que não pensa em voltar à divisão na qual levou o título.

“Eu ainda acho que tenho uma grande chance nessa categoria, porque eu me sinto mais rápido, mais forte nela. Não penso em voltar de novo para os meio-pesados. Eu gostaria de lutar pelo cinturão. Não importa quem estiver com ele, mas quero enfrentar lutadores de ponta, com os melhores do mundo. Quero ser campeão novamente”, disse Machida, em entrevista à emissora de televisão norte-americana “AXS TV”.

Aos 37 anos de idade, Lyoto se vê competindo por um tempo no UFC. “Vou ficar um tempo afastado para me recuperar o corpo, porque fiz três lutas em sete meses e passei por três cirurgias. Então, preciso aproveitar esse tempo para descansar e pensar. Eu tento não pensar muito sobre o futuro. Penso na minha história, quero construir minha história, minha carreira, e fazer o que amo fazer. Lutar, treinar, me desafiar… Acho que consigo lutar facilmente por mais uns três, quatro anos”, afirmou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments