Thominhas pede luta contra namorado de Miesha no UFC SP

Invicto peso galo também respondeu aos desafios do compatriota Johnny Eduardo

Thominhas (foto) tem três lutas e três vitórias no octógono. Foto: Josh Hedges/UFC

Thominhas (foto) tem três lutas e três vitórias no octógono. Foto: Josh Hedges/UFC

Considerado uma das maiores promessas do MMA brasileiro, o invicto peso galo Thominhas Almeida já tem em mente qual é o próximo passo ideal para sua carreira: lutar em casa na maior organização do planeta. O paulistano de 24 anos expressou sua vontade de atuar no UFC São Paulo, marcado para o dia 7 de novembro, e já tem até o nome de seu possível rival em mente: Bryan Caraway, namorado da musa Miesha Tate, e atual sexto colocado no ranking da divisão.

Veja Também

Para Sonnen, Ronda é ‘lutadora básica’ e não se compara a Jon Jones
Treinador admite que estuda possibilidade de Barão subir de peso
Liderado por Ronda Rousey, UFC 190 registra maior venda de pay-per-views desde 2013
Shogun passará por cirurgia e fica sem previsão de retorno ao UFC

“Eu acho que seria uma luta legal o Bryan Caraway. Ele é marido, namorado, não sei, da Miesha (Tate), então, já tem essa mídia em cima. Acho que chamaria bem atenção, ainda mais se fosse aqui em São Paulo. Seria um cara bem legal pra lutar”, disse Thominhas, em entrevista ao site “Sexto Round”.

Além disso, o atleta da Chute Boxe comentou o desafio de Johnny Eduardo e disse que, apesar do desejo de lutar em casa, não tem interesse em enfrentar compatriotas no octógono. “Eu não falei que lutaria com ele (Johnny Eduardo), eu falei que sou funcionário, então, quem o UFC me botar pra lutar, vou lutar. Não tem pra onde fugir, ainda mais agora, estando no top 10. Mas se eu pudesse escolher, eu não gostaria de lutar com brasileiro. Prefiro lutar com gringo, ainda mais se for aqui em São Paulo. Gostaria muito de lutar aqui em São Paulo no dia 7 de novembro. Falei para o UFC que, em novembro, estarei preparado, independente do evento. Mas seria muito bom poder lutar aqui na minha casa, em São Paulo”, destacou.

Com um cartel profissional de 19 vitórias em 19 lutas, 18 delas por nocaute técnico ou finalização (sendo que 15 dessas terminaram ainda no primeiro assalto), Thominhas Almeida está no Ultimate desde o ano passado e tem três lutas no maior evento de MMA do planeta. Em sua última apresentação, em julho deste ano, Thominhas venceu o veterano Brad Pickett por nocaute técnico no UFC 189 e faturou o bônus de “Performance da Noite”.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments